logo-ge

Confira 10 estratégias para melhorar o seu desempenho em matemática

A aula de matemática é a que você mais detesta na escola? Vamos com calma! Nós sabemos que as pessoas não aprendem no mesmo ritmo. Cada uma tem a sua história, as suas dificuldades… Uma sala de aula, principalmente se for em escola pública, é quase sempre super lotada. O professor de matemática precisa ensinar a matéria para 40 pessoas diferentes e isso é praticamente impossível no atual formato de aula. Não xingue seu professor, ele muitas vezes é um herói por se dedicar à profissão. Quem sabe no futuro tudo isso melhore, mas o que podemos tentar fazer agora é remediar a situação.

Sabendo de todas as dificuldades para se aprender matemática, é importante levantarmos um ponto aqui: VOCÊ É CAPAZ (não acredite em ninguém que te diga o contrário). Não é porque um assunto parece impossível de entender que você não tenha capacidade para isso. Vamos trabalhar essa sua confiança, ok? Como dissemos no começo do texto, cada um tem um ritmo e basta você ter paciência e dedicação para descobrir qual é o seu. Acredite no seu potencial!

10 fatos que você precisa saber sobre a (5)

Respire fundo e vamos às estratégias:

1) Pratique muito.

Só aprende matemática quem pratica. Não dá para aprender essa matéria igual história, só lendo ou ouvindo o professor. E vale aquela máxima: quanto mais você pratica, mais você aprende. Cada problema tem suas próprias características e sempre que você resolve um você descobre um novo jeito de fazer as contas. Não existe um jeito rápido de aprender, então é bom ter paciência. Se você tem muita dificuldade em matemática, comece do começo. Domine conceitos básicos antes de pensar em equações complicadas. Não tenha vergonha de aprender frações ou contas mais simples. É do simples que se chega ao mais complexo.

2) Aprenda o vocabulário de matemática.

Você vai perceber ao pegar um livro de matemática que muitas palavras você nunca tinha visto na vida. É aí que entra a sua coleção de vocabulários. Crie um caderninho para anotar conceitos e palavras específicas (vale colocar pontos chave e até mesmo alguns exemplos para ficar fácil de consultar). Essas palavras servirão de dicas para você resolver um problema quando elas aparecerem nos enunciados. O conhecimento em vocabulário de matemática será uma ferramenta bem útil. Com o tempo você nem vai mais precisar recorrer ao seu caderninho para se lembrar dos conceitos.

3) Reveja seus erros e entenda as suas dúvidas.

Essa é uma das dicas mais importantes da lista. Você só deve passar para o tópico seguinte depois de dominar o que já está estudando. Fez a lista de exercícios e acertou sete de dez questões? Parabéns! Mas e as três que você errou? Pare e reveja onde não conseguiu acertar. Boa parte dos livros de matemática é montada em uma sequência lógica que faz com que cada tópico seja importante para as lições seguintes. Desprezar seus erros fará com que muitas dúvidas surjam nas próximas sessões de estudo. Você não vai entender as outras lições, vai se frustrar e isso vai virar uma bola de neve. Dá preguiça refazer um exercício? Dá. Mas você quer aprender, não é?

4) Trabalhe com exemplos.

Assista a videoaulas no YouTube. É só digitar o tópico que você está estudando na caixinha de busca. A chance de aparecer algum professor explicando é grande e isso é essencial principalmente se você estiver estudando sozinho. No site do GUIA você confere algumas videoaulas. Fora isso, pegue livros que já tenham exercícios resolvidos para ver exemplos de como começar os problemas. Ver como se faz vai facilitar quando você for resolver os outros problemas e fará com que você fique mais confiante.

5) Ajude outras pessoas com dificuldades em matemática (e faça sessões de estudo em grupo).

Você só domina um assunto de verdade quando é capaz de explica-lo para outras pessoas. Se algum amigo procurá-lo com dúvidas, não negue ajuda, nem ache que só porque você está começando a estudar que não será capaz de fazer isso. Muitas vezes a gente sabe mais do que o colega e, além de ser legal estender a mão, vai ser uma boa oportunidade para você treinar seus conhecimentos e ver onde também tem dúvidas. Sessões em grupo são legais justamente porque um pode ajudar o outro. Mas não dá para estudar sempre com a galera, porque matemática é um assunto que requer concentração e a gente sabe que quase sempre vira bagunça quando estamos com os amigos. 😉

6) Mantenha as suas respostas completas.

Quando resolvemos equações, é comum a gente pular algumas etapas que fazemos de cabeça e colocar na linha de baixo uma versão mais simplificada da conta antes de passar para o próximo passo (ou até já colocar o resultado direto). Para quem está começando, isso não é recomendado. Você precisa entender o seu próprio raciocínio e ver de onde partiu e para onde irá. Mantenha as suas respostas completas. Isso ajuda também o trabalho do professor na hora de corrigir a sua prova, pois assim ele será capaz de acompanhar o seu pensamento.

7) Desenhe.

Munido de lápis e borracha (evite canetas), coloque as mãos à obra e escreva as informações que o problema descreve. Se estiver falando, por exemplo, de um triângulo, desenhe-o. Faça isso com problemas de geometria, trigonometria e por aí vai. O ser humano é um animal visual, você vai ver que ficará mais simples resolver com a figura do que sem.

8) Anote as informações do problema antes de começar a respondê-lo.

Muitas pessoas antes de terminar de ler um problema, já estão formulando a resposta na cabeça. Tome cuidado. Isso poderá leva-lo a erros. Não tente adivinhar a reposta antes de escrever as informações dadas pelo enunciado no papel. Faça isso passo a passo. Assim, você não corre o risco de deixar informações importantes de fora.

9) Aplique a matemática no seu dia a dia.

Sempre que possível, tente aplicar a matemática em situações cotidianas (por mais que você fale que não vai ter uso o que você aprende na sala de aula). Os conceitos podem ser bem abstratos às vezes, mas quando você encaixa em algo concreto, é mais fácil de entender. Probabilidade pode ser usada todo dia para prever a chance de algo acontecer. Em uma ida ao supermercado, você pode comparar pesos e preços de produtos para saber se as “embalagens econômicas” são realmente mais baratas. Calcule os juros sobre um dinheiro emprestado para um amigo (hehe)… Use a sua criatividade. 😀

10) Divirta-se com a matemática.

Você pode achar mais interessante aprender matemática quando ela está no formato de um jogo. Jogar vai te manter motivado e interessado no assunto, além de acelerar o seu aprendizado. Existem diversos apps para celulares que misturam matemática e diversão. Fizemos a seleção de alguns pra você, dá uma olhada:

– Veja 6 aplicativos de celular para aprender matemática

Tem outra dica que funciona com você para compartilhar com a gente? Escreva nos comentários! 😀

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s