logo-ge

Relembre as seis funções da linguagem para o vestibular

As funções revelam a intenção do autor e ajudam a interpretar textos

As funções da linguagem estão entre os componentes essenciais a serem estudados para as provas. Elas dizem respeito às intenções do autor ao produzir cada mensagem e, portanto, percebê-las é fundamental para interpretar textos, e é uma das aptidões que revelam o candidato letrado e leitor, que possui senso crítico, procurado pelos formuladores do vestibular.

Há construções objetivas e neutras, que são exemplos da função referencial. Ao mesmo tempo, procura-se influenciar o comportamento do leitor, o que é característico da função apelativa ou conativa. Também podemos observar exemplos das funções emotiva, poética e fática. Vale notar que os textos não apresentam uma única função da linguagem. Há sempre uma função que predomina, mas ela não é exclusiva.

Tenha acesso a videoaulas e ao conteúdos dos GE Redação e GE Português assinando o GE Play Enem

Função referencial ou denotativa (também chamada de informativa)

Transmite dados e informações de modo aparentemente neutro e objetivo. É a linguagem típica dos textos jornalísticos, do discurso científico, dos contratos e relatórios, das dissertações. O uso do verbo costuma ser feito na terceira pessoa do singular. Ela também aparece em manuais, bulas e receitas, quando apenas lista componentes ou procedimentos, sem o uso de verbos no imperativo característico da função apelativa .

Função apelativa ou conativa

Busca interferir no comportamento do leitor, convencê-lo de algo ou lhe dar ordens ou conselhos. Presente em manuais, livros didáticos e de autoajuda e textos publicitários. É comum o uso dos verbos no imperativo. Ex: “Não perca esta promoção!”; ou, “se quiser, acrescente creme de leite para tornar seu brigadeiro de chocolate mais macio”.

Função expressiva ou emotiva

Manifesta uma expressão subjetiva, uma emoção ou ponto de vista. As interjeições e as reticências são sinais reveladores da função emotiva, assim como o uso da primeira pessoa. Ex: Nós te amamos!

Função poética

Elabora a mensagem de modo criativo e explora a linguagem figurada. Está presente na poesia, em provérbios e em mensagens publicitárias.

Função fática

Inicia, prolonga ou encerra um contato. É aplicada em situações em que o mais importante não é a comunicação, mas sim o desejo de contato entre o emissor e o receptor. Predomina nos momentos iniciais e finais de qualquer mensagem ou conversa. Ex: sim, claro, sem dúvida.

Função metalinguística

Metalinguagem ocorre quando o emissor explica um código usando o próprio código. Por exemplo, uma poesia cujo tema e assunto seja poesia ou poeta. As gramáticas e os dicionários são exemplos de metalinguagem, pois são palavras explicando palavras. Ex: Oração é uma sentença com sentido completo, organizada em torno de um verbo (para explicar a oração usamos outra oração).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s