logo-ge

Conheça a área de Ciências Exatas e Informática

Cursos exigem raciocínio lógico e capacidade de abstração; profissionais são formados para resolver questões complexas e apresentar soluções inovadoras

Desde cedo – final de Ensino Fundamental e durante o Ensino Médio – dá para saber quais alunos vão acabar escolhendo cursos da área de Ciências Exatas e Informática.  Segundo professores universitários dessas graduações, são aqueles estudantes que gostam de lógica e cálculo e se interessam por computadores e tudo que diz respeito à tecnologia. De acordo com eles,  para se dar bem nessa área, é preciso, sim, gostar e ter facilidade para disciplinas como física, química e, principalmente, matemática. A matemática é necessária em todas as carreiras de Exatas.

Lógica, criatividade e disciplina

Físicos, químicos, matemáticos e profissionais de Tecnologia da Informação, todos precisam de raciocínio lógico. Ou seja, conseguir ordenar os pensamentos de forma a tirar conclusões que levem a soluções de problemas. Esses profissionais também devem ter capacidade de abstração, ou seja,  olhar os problemas, antever os seus desdobramentos e propor soluções.

Mas não só a lógica conta na hora de solucionar problemas. É preciso criatividade. Em boa parte das vezes, não basta alguém que saiba as fórmulas e regras – é  preciso criar, imaginar e buscar novos caminhos. Há inúmeras questões não resolvidas na computação ou mesmo na matemática, teoremas que não foram provados e ideias que ainda não foram viabilizadas. Um exemplo é o smatphone – um dia, alguém o imaginou e, a partir disso, profissionais de exatas criaram meios de ele acontecer.

Toda a criatividade do mundo e raciocínio lógico, porém, servem pouco se não vierem acompanhados de disciplina e perseverança.  Gostar de estudar e passar horas resolvendo problemas são características fundamentais para quem pretende seguir uma carreira na área de Exatas e Informática.

Versatilidade e agilidade

Mais do que a maioria dos profissionais, aqueles que optam por profissões ligadas à Informática devem estar abertos para estudar temas ligados às mais diversas áreas. Isso porque a informática desenvolve soluções para outros setores, como equipamentos e softwares para médicos, economistas, administradores de empresa, etc.  Para os profissionais que trabalham com tecnologia da informação (TI) em empresas, é preciso ainda ter agilidade e flexibilidade de horários. Porque trabalha com as diversas áreas da empresa, esse profissional está sempre correndo para dar conta das solicitações e dos prazos de todos.

Mercado de trabalho

Independentemente da crise econômica do país, não falta trabalho para esses profissionais. Em 2016, o setor empregava 1,7 milhão de pessoas, de acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). Segundo um estudo da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro, haverá um déficit de 400 mil profissionais de informática até 2020.

Dentro do setor, uma área que deve crescer é a de processamento de sinais, áudios e imagens. Outra é a de sistemas embarcados, um equipamento inserido dentro de outro – o computador de um carro, por exemplo. Quem se graduar em Nanotecnologia, ciência que desenvolve produtos minúsculos a partir da manipulação de átomos e moléculas, também deve encontrar boas oportunidades. Outro campo em alta é a Informática Biomédica, responsável por pesquisar e desenvolver programas e sistemas informatizados voltados às aplicações em biociências, especialmente nos campos da Biologia e da Medicina.

Cientista ou executivo

Os licenciados em física, química, matemática, além de dar aulas, podem lidar com a pesquisa básica, em laboratórios de universidades e de centros de pesquisa, ou com a pesquisa aplicada, nas unidades de pesquisa e desenvolvimento (P&D) das empresas. A maioria das grandes empresas têm unidades de P&D no Brasil e contratam pesquisadores.

Matemáticos, físicos e estatísticos também encontram emprego em bancos, financeiras e em departamentos financeiros de todo tipo de empresas, colaborando no planejamento e na administração das finanças das organizações. Em geral, vão trabalhar ao lado de outros profissionais, como administradores, economistas e gestores financeiros.

Veja também

Características e habilidades desejáveis para atuar nesta área:

– facilidade para lidar com números e com raciocínio abstrato

– capacidade para analisar e resolver problemas com rapidez

– concentração, senso de organização e interesse por tecnologia

– gostar de disciplinas de exatas, como matemática, física e química

 

Cursos mais procurados*:

Sistemas de Informação

Ciência da Computação

 Análise e Desenvolvimento de Sistemas

 

(*matrículas de acordo com o Censo da Educação Superior 2015)

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s