logo-ge

Mais uma análise de redação: Maioridade penal

Veja os comentários de uma das redações enviadas pela proposta de 26 de fevereiro

Com base na proposta do dia 26 de fevereiro (acesse aqui), os estudantes deveriam escrever uma dissertação sobre o tema Deve-se discutir a maioridade penal do Brasil?”. Publicamos uma análise deste tema na semana passada, que você pode ler aqui. Leia abaixo mais uma das redações enviadas e veja, em seguida, a análise feita pelos professores da plataforma de correção Imaginie.

(Luke_Franzen/iStock)

O livro “Capitães de Areia [1], de Jorge Amado, narra histórias de meninos, entre 11 e 18 anos, que viviam em um areal e eram constantemente presos e levados a centros socioeducativos, no qual sofriam agressão e coerção.

[2]Fora desse contexto literário, no Brasil, cogita-se a possibilidade de jovens serem detidos em prisões de segurança máxima como meio de reabilitação, o que torna necessária a discussão de novas medidas que resolvam definitivamente a questão.

Desde o período em que Roma aprisionava os perdedores da guerra, não havia distinção entre idades e estes não mais seriam cidadãos, pois teriam desonrado a pátria e seus combatentes, sendo considerados marginalizados. O posicionamento atualmente não mudou, já que jovens imaturos são levados ao cárcere na convivência de criminosos e se esquecendo cada vez mais do sistema e de suas leis. Por isso, em liberdade tornam-se grandes delinquentes para a sociedade.

Entretanto, muitos problemas dificultam a resolução do impasse. Por falta de centros socioeducativos adaptados para os tipos de crimes cometidos e de profissionais para zelarem pelos jovens, o sistema prisional é visto como a melhor forma de punição e recuperação. Ademais, cada caso deveria ser estritamente analisado e julgado, pois a implantação da maioridade penal aumentaria a superlotação nas prisões gerando uma grande crise penitenciária.

Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. Em parceria com ONG´s, o Ministério da Justiça deve construir mais Fundações Casa com intuito de ensinar aos jovens uma profissão para que eles não cometam mais delitos. Além disso, o conselho tutelar deve estar atento e agir mediante denúncias sobre crimes cometidos por crianças e jovens, conversando e instruindo as famílias. Dessa forma, pode-se fazer com que cenários como esse, não se tornem páginas da literatura brasileira.

>> Veja algumas dicas de redação

Análise da redação do aluno

O texto do está bem escrito e estruturado.

Competência I – Demonstrar domínio da norma culta:

O estudante cometeu poucos erros e demonstra bom conhecimento da norma culta da língua.

[1] Faltou fechar as aspas.

Competência II – Compreender a proposta:  O aluno compreendeu bem a proposta, mas poderia ter argumentando mais.

Competência III – Selecionar, relacionar argumentos:

[2] Poderia ter falado mais sobre a abordagem da maioridade penal atualmente.

Competência IV – Conhecer os mecanismos linguísticos para a construção da argumentação: O estudante organiza bem o texto e usa os conectivos de forma adequada.

Competência V – Elaborar a proposta de solução para o problema: Apresentou boa proposta de intervenção, propôs medidas para que o problema seja solucionado e os agentes necessários para que essa mudança ocorra.

Nota: 880

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s