logo-ge

Mais uma análise de redação: Muros em um mundo globalizado

Veja a correção e os comentários dos professores para uma das redações enviadas pela proposta de 17 de julho

Com base na proposta de 17 de julho (acesse aqui), os estudantes deveriam escrever uma dissertação sobre o tema “O avanço da construção de muros num mundo globalizado”. Já publicamos três análises sobre esse mesmo tema que pode ser conferida aqui, aqui e aqui. Confira abaixo mais um texto enviado por um leitor com a correção e a análise feita pelos professores da plataforma Palavra escrita.

O texto

A maldição histórica

“Make America great again!” [1] foi o lema da campanha política de Donald Trump, ao lado de propostas xenofóbicas e protecionistas, para se tornar o presidente do país que, ironicamente, sempre apoiou o liberalismo, a democracia e a liberdade. Tal cenário se mostra evidente também na Europa, berço do Iluminismo, que [2] revive o nacionalismo [3] e o Darwinismo Social [4] frente à [5] crise dos refugiados e ao terrorismo.

“…que esta cerimônia resulte num mundo melhor, baseado nos princípios fundamentais da liberdade, tolerância e justiça.” Apesar do discurso de Douglas MacArthur e o de  Charlie Chaplin no filme O Grande Ditador [6] representarem a esperança do pós 2ª Guerra, ainda é possível perceber ideais nacionalistas e preconceituosos na época atual, que, tal como ocorreu no século passado, acabam ganhando mais força em momentos de crise econômica. Atualmente, porém, a repulsa pelo estrangeiro se dá [7] de forma mais discreta, pela burocracia e pelo argumento da logística de Estado, já que um imigrante possui necessidades básicas e pode concorrer no mercado de trabalho. No caso da Europa, soma-se a preocupação com o terrorismo, [8] atribuído aos refugiados do Oriente Médio.

Entretanto, tais visões desprezam os princípios iluministas que, atualmente, são representados pelos direitos humanos: a liberdade individual e o igualitarismo, nascidos na Europa e fermentados nos EUA. [9] Além disso, desprezam o fato de que, no caso dos imigrantes ilegais, há uma maior tendência de ocupar postos de trabalho desinteressantes aos nativos, como empregado doméstico, fato inclusive satirizado pela mídia, como pode ser observado no jogo eletrônico Grand Theft Auto V. [10] No caso de imigrantes legais, geralmente são indivíduos bem qualificados e com emprego garantido, gerando benefícios à economia no mesmo patamar de um nativo do país em questão, além de comportarem um número bem pequeno de indivíduos, na maioria dos casos, por conta do rigor das fronteiras atuais.

Os Estados [11] então teriam de tomar uma postura mais tolerante e, aliados à iniciativa privada, organizar programas de acolhimento a refugiados e imigrantes, com postos de trabalho aos mesmos. Também é importante a mobilização de ONGs e de grupos populares, como a que ocorreu num aeroporto dos EUA, em simpatia a muçulmanos que tiveram o visto de entrada negado sem justificativa. Enquanto houver vestígios de ideologias preconceituosas do século XX, a frase de Edmund Burke continuará funcionando como uma profecia: “Um povo que não conhece sua História está fadado a repeti-la”.

A correção e os comentários

[1] Tal slogan de campanha originou-se com Ronald Reagan na eleição de 1980 e foi retomado em outras campanhas presidenciais nos EUA. Tal informação é apenas para você pensar que talvez possa aprimorar ainda mais a sua pertinente contextualização do tema.

[2] Prefira “a qual” para retomar Europa.

[3] Converse mais com seus professores de História e de Geografia a respeito deste conceito, problematizando a diferença entre Europa e União Europeia.

[4] Quando apresentar um conceito tão específico, procure defini-lo ou explicitá-lo na argumentação (seu texto não o retoma em nenhum outro momento).

[5] Alguns gramáticos costumam censurar tal locução neológica. Sugerem “ante a”, “perante a” ou ainda “diante de”. Entretanto, muitos outros já a aceitam devido ao uso frequente dela em jornais e na literatura.

[6] Há problemas na sua citação:

– evite iniciar parágrafo com uma citação “em andamento”, porque, neste caso, prejudicou a coesão entre o primeiro e o segundo parágrafo;

– de quem é a voz da citação? O encadeamento dentro do parágrafo também pode ser aprimorado (entre a citação e o que é mencionado posteriormente);

– apresente nome de obras entre aspas: “O Grande Ditador”.

[7] Procure um vocábulo mais específico, preciso. O verbo “dar” confere tom informal ao texto.

[8] Procure um tom mais teórico e reflexivo para o gênero textual solicitado. Sugestão: “também está protegido pelo princípio da dignidade humana”.

[9] Tal proposição é a delimitação da sua tese (ponto de vista)? Procure usar o modelo tradicional e apresentá-la no primeiro parágrafo para facilitar o encadeamento e organização textual. Ademais, converse com seu professor de História ou Geografia a respeito da afirmação de que os Direitos Humanos (use maiúsculas) são a representação de ideais iluministas e de que foram “fermentados” nos EUA (seu texto afirma isso porque a sede da ONU é lá?).

[10] Títulos devem ser apresentados entre aspas.

[11] Há argumentação que problematiza a questão do nacionalismo em seu texto. Sendo assim, usar os Estados Nacionais como agentes de intervenções é o mais estratégico? A razão econômica da xenofobia, também mencionada, vai de encontro à escolha do agente “iniciativa privada”, concorda? Ou seja, faltou um pouco de criatividade entre o detalhamento da primeira proposta e a argumentação desenvolvida pelo texto. Por fim, por que você não mencionou organizações intergovernamentais, como a Organização das Nações Unidas (ONU), ou instituições supranacionais, União Europeia, por exemplo, em nenhum momento do texto?

Avaliação final

Nota: 840

Como mencionado anteriormente, seu texto apresenta muito potencial para alcançar a nota máxima em todas as competências. Procure rever atenciosamente o que foi comentado e busque dialogar com seus professores da área de Ciências Humanas (além de História e Geografia, Filosofia e Sociologia podem ajudá-lo muito no aprimoramento) para resolver as dúvidas. Por fim, lembre-se de que há uma relação essencial entre as competências 2, 3 e 5. Por isso, é importante que seu ponto de vista (tese) apareça de forma mais explícita: a problematização central é alicerçada pela defesa dos Direitos Humanos ou pela constatação da crise econômica e suas consequências?

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s