logo-ge

Nova proposta de redação: Comércio ilegal de animais silvestres

GE distribuirá 10 correções gratuitamente; envie seu texto até 30 de abril

(dmodlin01/iStock)

Chegou proposta nova de redação no blog! O tema é O combate ao comércio ilegal de animais silvestresVocê pode enviar o seu texto até o próximo domingo (30).

Para participar, você deverá criar um perfil de usuário na plataforma Imaginie, selecionar a proposta e seguir as instruções para o envio da redação diretamente pelo site. Os primeiros a se cadastrarem por meio desse link terão direito a uma correção, sempre feita por dois ou mais professores, seguindo os mesmos critérios do Enem. O Guia do Estudante vai distribuir 10 correções gratuitas por proposta.

ATENÇÃO: Para que sua redação seja publicada no blog, é preciso desenvolver a proposta correspondente à semana em curso! Ou seja, para os textos enviados até domingo (30), a proposta deve ser a que está descrita abaixo.

Veja as instruções do tema da semana:

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “O combate ao comércio ilegal de animais silvestres”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

LEI N° 5.197, DE 3 DE JANEIRO DE 1967

Art. 1º. Os animais de quaisquer espécies, em qualquer fase do seu desenvolvimento e que vivem naturalmente fora do cativeiro, constituindo a fauna silvestre, bem como seus ninhos, abrigos e criadouros naturais são propriedades do Estado, sendo proibida a sua utilização, perseguição, destruição, caça ou apanha.

Art. 2º É proibido o exercício da caça profissional.

Art. 3º. É proibido o comércio de espécimes da fauna silvestre e de produtos e objetos que impliquem na sua caça, perseguição, destruição ou apanha.

Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L5197.htm

TEXTO II

O país tem leis que proíbem essa prática (o comércio ilegal de animais), mas apenas isso não é o bastante, políticas públicas de conscientização para à população moradora dessas regiões com maior incidência de tráfico, tem surtido efeito, mas ainda é muito modesto os resultados. Dessa forma há à necessidade de se criar mecanismos mais eficazes de fiscalização contra essas práticas ilícitas.

Uma ferramenta que está sendo criada para auxiliar no rastreamento e mapeamento dos animais (aves) é o teste de DNA mitocondrial, é uma tecnologia que está sendo desenvolvida por pesquisadores do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Essa tecnologia se baseia principalmente em identificar, através do DNA, a origem das espécies, evitando que animais sejam retirados da natureza e comercializados como se tivessem nascidos em cativeiro.

Outra técnica, de baixo custo e parecida com a citada acima, é a chamada barras de DNA, de acordo com um artigo publicado na edição on-line da Conservation Genetics, esse código de barras pode ser usado para descobrir, de forma rápida e inequivocamente a origem da carne ou de coro de várias espécies raras e ameaçadas.

Fonte: https://fsjonathan.jusbrasil.com.br/artigos/321561230/a-caca-de-animais-silvestres-e-novas-formas-de-fiscalizacao-e-controle

TEXTO III

Fonte: http://blogreenmika.blogspot.com.br/2010/12/comercio-ilegal-de-animais-silvestres.html

(Conselho Federal de Medicina Veterinária/Divulgação)

Fonte: http://www.crmvrs.gov.br/info641.ht

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s