Guia do Estudante

Posts da categoria ‘Engenharia’

Os melhores cursos de Engenharia Naval do Brasil

Amanda Previdelli | 07/04/2014

navio

Engenharia naval é a área da engenharia que cuida do projeto, da construção e da manutenção de embarcações e seus equipamentos.

O engenheiro naval projeta a estrutura, os motores e os demais componentes de navios. Para isso, considera o uso a ser dado à embarcação, a quantidade de carga ou de passageiros a ser transportada, a distância a ser percorrida e o local de operação, se em rios, lagos, mares ou oceanos.

Esse curso possui dois anos de formação básica com muita física, matemática, computação e química. Em seguida, começam as matérias específicas das engenharias (mecânica de fluidos, termodinâmica e ciência e resistência dos materiais) e da formação profissionalizante (hidrodinâmica, estruturas navais, projeto e navio e plataformas marítimas, construção naval e transporte aquaviário).

Em aulas práticas de laboratório, o aluno constrói e testa modelos e maquetes estruturais, não só de embarcações tradicionais como também de submarinos e robôs subaquáticos. O estágio e o projeto de conclusão de curso são obrigatórios.

>> Compre o Guia do Estudante Profissões Vestibular 2014

Confira as melhores escolas:

Faculdade Estrelas
(RJ) Rio de Janeiro – UFRJ ★ ★ ★ ★ ★
(SP) São Paulo – USP ★ ★ ★ ★ ★

* Dados do Guia do Estudante Profissões Vestibular 2014

 

Confira como fazemos a avaliação

Compartilhe

Os melhores cursos de Engenharia Elétrica do Brasil

Amanda Previdelli | 10/03/2014

93526422

Engenharia elétrica é a área da engenharia que lida com a geração, a transmissão, o transporte e a distribuição da energia elétrica. O engenheiro eletricista planeja, supervisiona e executa projetos nas áreas de eletrotécnica, relacionadas à potência da energia.

Se você se interessa pelo curso, pode se preparar para enfrentar muito cálculo. O currículo começa com disciplinas básicas, como matemática, física e informática. As contas acompanham o aluno também nas aulas de economia e administração. A parte mais interessante fica por conta das aulas práticas e dos experimentos em laboratório, que costumam aparecer desde o início da graduação.

A formação profissionalizante tem início no terceiro ano, com aulas de projetos de sistemas elétricos, materiais elétricos, sistemas digitais e eletromagnetismo, entre outras. No último, além das disciplinas, os alunos se dedicam ao trabalho de conclusão do curso. O estágio é obrigatório e, geralmente, feito ao partir do quarto ano.

Gostou? Veja os melhores cursos:

Faculdade

Estrelas

(MG) Belo Horizonte – UFMG

★  ★  ★  ★  ★

(MG) Itajubá – Unifei

★  ★  ★  ★  ★

(MG) Juiz de Fora – UFJF

★  ★  ★  ★  ★

(MG) Uberlândia – UFU

★  ★  ★  ★  ★

(PB) Campina Grande – UFCG

★  ★  ★  ★  ★

(PE) Recife – UFPE

★  ★  ★  ★  ★

(RJ) Rio de Janeiro – UFRJ

★  ★  ★  ★  ★

(RS) Porto Alegre – UFRGS

★  ★  ★  ★  ★

(RS) Santa Maria – UFSM

★  ★  ★  ★  ★

(SC) Florianópolis – UFSC

★  ★  ★  ★  ★

(SP) Campinas – Unicamp

★  ★  ★  ★  ★

(SP) São Carlos – USP

★  ★  ★  ★  ★

(SP) São Paulo – USP

★  ★  ★  ★  ★

 

* Dados do Guia do Estudante Profissões Vestibular 2014

 

Confira como fazemos a avaliação

 

Compartilhe

Os melhores cursos de Engenharia de Produção do Brasil

Amanda Previdelli | 04/11/2013

engenharia-producao-blog-me

Engenharia de Produção é o ramo da engenharia que gerencia os recursos humanos, financeiros e materiais para aumentar a produtividade de uma empresa. O engenheiro de produção é peça fundamental em indústrias e empresas de quase todos os setores.

Ele une conhecimentos de administração, economia e engenharia para racionalizar o trabalho, aperfeiçoar técnicas de produção e ordenar as atividades financeiras, logísticas e comerciais de uma organização.

No começo do curso, as disciplinas básicas das engenharias são o foco. As matérias específicas incluem gestão de investimentos e organização do trabalho. Nos anos finais, acrescentam-se as aulas de disciplinas de Sociais Aplicadas, como administração e economia, e o aluno começa o estudo e disciplinas específicas da habilitação escolhida. Para se formar é preciso fazer estágio e apresentar uma monografia.

Gostou de Engenharia de Produção? Confira os melhores cursos:

Faculdade Curso
(MG) Belo Horizonte – UFMG  ★  ★  ★  ★  ★
(MG) Juiz de Fora – UFJF  ★  ★  ★  ★  ★
(PR) Curitiba – PUCPR  ★  ★  ★  ★  ★
(RJ) Rio de Janeiro – PUC-Rio  ★  ★  ★  ★  ★
(RS) Porto Alegre – UFRGS  ★  ★  ★  ★  ★
(SC) Florianópolis – UFSC  ★  ★  ★  ★  ★
(SP) São Carlos – UFSCar  ★  ★  ★  ★  ★
(SP) São Carlos – USP  ★  ★  ★  ★  ★
(SP) São Paulo – USP  ★  ★  ★  ★  ★

*Dados do Guia do Estudante Profissões Vestibular 2014

* Confira como fazemos a avaliação

Compartilhe

Os melhores cursos de Engenharia Naval

Amanda Previdelli | 03/06/2013

A Engenharia Naval é a área da engenharia que cuida do projeto, da construção e da manutenção de embarcações e seus equipamentos. O engenheiro naval projeta e estrutura, os motores e os demais componentes do navio.

O curso possui dois anos de formação básica com muita física, matemática, computação e química. Em seguida, começam as matérias específicas das engenharias (termodinâmica e ciência e resistência dos materiais) e da formação profissionalizante (hidrodinâmica, estruturas navais, projeto de navio e plataformas marítimas, construção naval e transporte aquaviário).

Em aulas práticas de laboratório, o aluno constrói e testa modelos e maquetes estruturais, não só de embarcações tradicionais como também de submarinos e robôs subaquáticos. O estágio e o projeto de conclusão de curso são obrigatórios.

No Brasil, duas escolas se destacam de acordo com o Guia do Estudante Profissões Vestibular 2013, as duas avaliadas com a nota máxima de cinco estrelas: o curso da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no RJ, e o curso na Universidade de São Paulo (USP), em SP.

Comentários: 2 pessoas comentaram

Categoria: Engenharia

Tags: , ,

Compartilhe

Os 20 melhores cursos de Engenharia Ambiental

Amanda Previdelli | 08/04/2013

Engenharia Ambiental e Sanitária é o ramo da engenharia voltado para o desenvolvimento econômico sustentável, que respeita os limites de exploração dos recursos naturais, e para o projeto, a construção, a ampliação e a operação de sistemas de água e esgoto.

O currículo do curso é multidisciplinar e engloba matérias das áreas de exatas, biológicas e sociais aplicadas. Assim, as aulas de matemática, física, química e estatística alternam-se com as de ecologia, geologia, hidrologia, topografia e hidráulica.

A partir do terceiro ano, o aluno aprofunda o estudo de conteúdos profissionalizantes, que incluem o tratamento de resíduos, o cálculo de missões na atmosfera, hidráulica ambiental e recursos hídricos e a avaliação de impactos ambientais, entre outros.

A realização de estágio é obrigatória, assim como a apresentação de um projeto de conclusão de curso, que é desenvolvido nos três últimos períodos da graduação.

Gostou do curso? Confira as melhores faculdades no Brasil:

Faculdade Estrelas
(MG) Itajubá – Unifei ★★★★★
(BA) Salvador – UFBA ★★★★
(DF) Taguatinga – UCB-DF ★★★★
(MG) Ouro Preto – Ufop ★★★★
(MG) Viçosa – UFV ★★★★
(PA) Belém – Uepa ★★★★
(PB) Campina Grande – UEPB ★★★★
(PR) Curitiba – PUCPR ★★★★
(PR) Curitiba – UFPR ★★★★
(RJ) Rio de Janeiro – PUC-Rio ★★★★
(RJ) Rio de Janeiro – UFRJ ★★★★
(RS) Caxias do Sul – UCS ★★★★
(SC) Criciúma – Unesc-SC ★★★★
(SC) Florianópolis – UFSC ★★★★
(SP) Campinas – PUC-Campinas ★★★★
(SP) Presidente Prudente – Unesp ★★★★
(SP) Rio Claro – Unesp ★★★★
(SP) São Carlos – USP ★★★★
(SP) São Paulo – USP ★★★★
(TO) Palmas – UFT ★★★★

*Dados do Guia do Estudante Profissões Vestibular 2013

Compartilhe