Guia do Estudante

Os melhores cursos de Educação Física do Brasil

Amanda Previdelli | 08/08/2014

fisioterapia-post-blog

Educação Física é a promoção da saúde e da capacidade física por meio da prática de atividades corporais.

O bacharel ou licenciado em Educação Física organiza e supervisiona programas de exercícios físicos. Auxilia no tratamento de portadores de deficiência e prepara atletas de diversas modalidades esportivas. Pode trabalhar com grupos, em escolas, clubes, academias e ONGs, ou prestar atendimento individual, como personal trainer.Para exercer a profissão é obrigatório o registro no conselho da categoria. Para lecionar em escolas é necessário o diploma de licenciatura.

Durante o curso, o aluno encontra muitas matérias da área de Ciências Biológicas, como anatomia, fisiologia e ortopedia. Aprende, ainda, estatística, administração e economia, além de ter disciplinas específicas.

Nas licenciaturas, a partir do terceiro ano, entram no currículo as disciplinas ligadas ao processo pedagógico, como psicologia da educação e práticas pedagógicas. Além do estágio obrigatório, algumas escolas exigem uma monografia de conclusão de curso.

Gostou de Educação Física? Confira os melhores cursos:

Faculdade

Estrelas

(DF) Brasília – UnB

★★★★★

(ES) Vitória – Ufes

★★★★★

(MG) Juiz de Fora – UFJF

★★★★★

(MG) Viçosa – UFV

★★★★★

(PR) Curitiba – PUCPR

★★★★★

(RS) Porto Alegre – PUCRS

★★★★★

(SC) Florianópolis – Udesc

★★★★★

(SP) Bauru – Unesp

★★★★★

(SP) Campinas – Unicamp

★★★★★

(SP) Rio Claro – Unesp

★★★★★

(SP) São Carlos – UFSCar

★★★★★

(SP) São Paulo – USJT

★★★★★

(SP) São Paulo – USP

★★★★★

* Dados do Guia do Estudante Profissões Vestibular 2014

* Confira como fazemos a avaliação

Compartilhe

Alunos da UFRJ organizam evento sobre Engenharia Nuclear; veja como participar

Carolina Vellei | 06/08/2014

A área de Engenharia Nuclear ainda é pouco conhecida pelos estudantes brasileiros. No país, existe somente um curso de Engenharia Nuclear como graduação, que é oferecido pela Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), criado em 2010. Para tentar mudar isso, os alunos da UFRJ organizam a Semana de Engenharia Nuclear, que já está em sua quarta edição. O evento acontece de 11 a 15 de agosto e é aberto ao público.

- Saiba mais sobre o curso de Engenharia Nuclear 

Alunos da UFRJ organizam evento aberto

No encontro, haverá palestras com profissionais e empresas de ponta da área nuclear sobre as perspectivas do curso no cenário nacional. O objetivo é aproximar o meio acadêmico do meio profissional e apresentar aos participantes as principais inovações tecnológicas do setor. A Semana ainda contará com a presença de professores e pesquisadores de outras universidades ao redor do mundo. A programação completa pode ser conferida no site do evento.

Essa é uma boa oportunidade para quem tem interesse pela Engenharia Nuclear descobrir mais sobre a graduação. Douglas dos Santos, aluno do primeiro ano que está ajudando na organização do evento, diz que sempre foi motivado por desafios e, por isso, gosta muito de Exatas. Escolheu estudar na UFRJ, porque sabia que a área de energia nuclear tem potencial para ser explorada no Brasil. “Aperfeiçoar e garantir um funcionamento ótimo de uma máquina como um reator nuclear é um dos maiores, se não o maior, desafio que a Engenharia poderá me proporcionar”, sonha o estudante sobre o seu futuro profissional. 

A taxa de inscrição para estudantes do Ensino Médio e Técnico é de R$ 15 e pode ser feita até 8 de agosto (sexta-feira). Outras informações podem ser conferidas no site da Semana.

Compartilhe

Os melhores cursos de Estatística do Brasil

Amanda Previdelli | 04/08/2014

contas

Estatística é a área da Matemática que coleta, analisa e interpreta dados numéricos para o estudo de fenômenos naturais, econômicos e sociais.

O estatístico planeja e coordena o levantamento de informações por meio de questionários, entrevistas e medições. Organiza, analisa e interpreta os resultados para explicar fenômenos sociais, econômicos ou naturais. Cabe a ele montar banco de dados para os mais diversos usos. Na indústria, acompanha os testes de qualidade, ajuda a fazer previsão de vendas e desenvolve modelos matemáticos para ajustá-los a situações práticas.

Conta é o que não falta no currículo, fundamentado em conhecimentos de matemática, métodos estatísticos, cálculo e teoria das probabilidades. Para isso, é necessário que o estudante tenha raciocínio lógico e muita disposição para lidar com números. Há aulas, também, centradas em metodologia de pesquisa. Entre as matérias aplicadas estão atuária, demografia, sociometria, biometria e econometria.

Gostou de Estatística? Confira os melhores cursos:

Faculdade

Estrelas

(RJ) Rio de Janeiro – Ence

★★★★★

(SP) Campinas – Unicamp

★★★★★

(SP) São Carlos – UFSCar

★★★★★

(SP) São Paulo – USP

★★★★★

* Dados do Guia do Estudante Profissões Vestibular 2014

* Confira como fazemos a avaliação

Compartilhe

Conheça as 10 melhores universidades do mundo em 2014

Carolina Vellei | 31/07/2014

A melhor universidade do mundo, segundo ranking divulgado essa semana pelo Center of World University Rankings (CWUR), é Harvard, nos Estados Unidos, que tirou a pontuação máxima. Nas dez primeiras posições, oito instituições são norte-americanas e duas, inglesas. A lista apresenta as 1000 melhores instituições de ensino superior do mundo. Veja abaixo o top 10:

Posição Instituição País Pontuação
1 Harvard University Estados Unidos 100
2 Stanford University Estados Unidos 99.09
3 Massachusetts Institute of Technology Estados Unidos 98.69
4 University of Cambridge Reino Unido 97.64
5 University of Oxford Reino Unido 97.51
6 Columbia University Estados Unidos 97.41
7 University of California, Berkeley Estados Unidos 92.84
8 University of Chicago Estados Unidos 92.03
9 Princeton University Estados Unidos 88.56
10 Yale University Estados Unidos 88.11

187066632

Os critérios usados a classificação de cada instituição levaram em conta fatores como o número de alunos que ganharam grandes prêmios internacionais, prêmios e medalhas; o número de alunos formados que atualmente ocupam cargos de CEO em grandes empresas; o número de trabalhos de pesquisa que aparecem em revistas de renome; além de fatores como a quantidade de citações em trabalhos acadêmicos e a quantidade de patentes criadas na universidade. No site do CWUR é possível conferir mais detalhes.

A Universidade de São Paulo (USP), a melhor instituição brasileira do ranking, ficou em 131º lugar. Das 1000 universidades mundiais listadas, apenas dezoito são do Brasil. Confira a lista abaixo, com a classificação de cada uma:

Posição  Instituição  Pontuação
131 Universidade de São Paulo (USP) 49.82
329 Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 46.08
437 Universidade de Campinas (Unicamp) 45.39
496 Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) 45.14
585 Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) 44.85
626 Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) 44.76
683 Universidade Estadual Paulista (Unesp) 44.67
845 Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) 44.45
852 Universidade Federal Fluminense (UFF) 44.45
894 Universidade de Brasília (UnB) 44.40
898 Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) 44.39
919 Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) 44.37
925 Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) 44.36
929 Universidade Federal do Paraná (UFPR) 44.36
940 Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) 44.34
964 Universidade Federal do Ceará (UFC) 44.31
967 Universidade Federal da Bahia (UFBA) 44.31
983 Universidade Federal do ABC 44.28

Compartilhe

Os melhores cursos de Medicina Veterinária do Brasil

Amanda Previdelli | 27/07/2014

zootecnia

O médico veterinário dá assistência clínica e cirúrgica a animais domésticos e silvestres, além de cuidar da saúde, da alimentação e da reprodução de rebanhos.

Outra de suas funções, complementando sua atenção na saúde animal e na saúde pública, é inspecionar a produção de alimentos de origem animal. Neste caso, o médico veterinário verifica o cumprimento das normas de higiene nas indústrias, a fim de evitar a transmissão de doenças para o ser humanos.

Na indústria alimentícia, ele controla as tecnologias de produção. Em qualquer indústria que utiliza matéria-prima de origem animal, a presença do médico veterinário é indispensável para realizar o controle dessa matéria-prima. Pode atuar, ainda, na área de vendas de alimentos, medicamentos, vacinas e de outros artigos para animais.

Nos dois primeiros anos do curso, o estudante tem um mix de aulas das áreas das Ciências Biológicas, Exatas e Sociais Aplicadas, como anatomia, microbiologia, genética, nutrição e produção animal, matemática e estatística, além de bioética e relações ciência, tecnologia e sociedade (CTS), entre outras. Em seguida, o aluno começa a estudar doenças e técnicas clínicas e cirúrgicas. As atividades práticas, que são realizadas em laboratório, continuam ganhando espaço na grande curricular da maioria dos cursos de medicina veterinária. No último ano da graduação, é obrigatório fazer estágio.

Gostou de Medicina Veterinária? Confira os melhores cursos:

Faculdade

Estrelas

(DF) Brasília – UnB

★★★★★

(GO) Goiânia – UFG

★★★★★

(MG) Belo Horizonte – UFMG

★★★★★

(MG) Viçosa – UFV

★★★★★

(PR) Londrina – UEL

★★★★★

(RJ) Seropédica – UFRRJ

★★★★★

(RS) Porto Alegre – UFRGS

★★★★★

(RS) Santa Maria – UFSM

★★★★★

(SP) Araçatuba – Unesp

★★★★★

(SP) Botucatu – Unesp

★★★★★

(SP) Jaboticabal – Unesp

★★★★★

(SP) São Paulo – USP

★★★★★

* Dados do Guia do Estudante Profissões Vestibular 2014

* Confira como fazemos a avaliação

Compartilhe