logo-ge

Enem 2010: chuva fina atrapalha chegada de candidatos no Rio

Mais de 300 mil pessoas se inscreveram para o exame no estado

O primeiro dia de prova do Enem no Rio de Janeiro trouxe uma fina garoa que complicou o trânsito da cidade e fez muitos estudantes chegarem às pressas aos seus locais de prova. O estado do Rio teve quase 315 mil inscritos, muitos deles confiantes que o exame possa ajudar na pontuação do vestibular, já que muitas universidades fluminenses utilizarão o resultado obtido para preencher suas vagas.

– Veja no mapa do Enem como as universidades usarão a nota do Enem 2010 em seus processos seletivos

Maria Cláudia da Rocha Miranda, 17, é uma delas. De olho em uma vaga no disputado curso de Medicina em universidades federais como a UFRJ e a Unirio, ela aposta muitas fichas em seu desempenho na prova. “Estou nervosa porque estudei o ano inteiro e, como minha escola, o Liceu Molière, é francesa, não temos o mesmo conteúdo e tivemos aulas especiais para o Enem”, conta.

Pedro Henrique Rodrigues, 17, também estava ansioso na porta do Liceu Franco Brasileiro, no Largo do Machado. O motivo, no entanto, era outro: com poucos minutos até o fechamento das portas, Pedro esperava que o pai conseguisse vencer o trânsito para lhe entregar o cartão de confirmação. “O Enem é mais conteúdo, mais raciocínio. Pelas provas anteriores que fiz, estou tranquilo”, afirma, apesar do peso que o exame tem na universidade que almeja estudar Engenharia Mecânica, a UFRJ.

Mas não são apenas estudantes recém-saídos do Ensino Médio que tentam obter pontos para o vestibular por meio do Enem. A gaúcha Maria Rita Schneider Vieira, 46, quer romeçar a vida estudando. Casou aos 25 anos e não conseguiu terminar seus estudos. Separada, quer fazer um curso de Serviço Social e se inscreveu na prova mesmo ainda sem saber qual universidade prestar.

“Estudei com meus filhos, de 18 e 20 anos. Mas o Enem podia ser mais fácil, principalmente para pessoas como eu, que querem voltar a estudar”, opina.