logo-ge

Enem 2017 terá taxa de inscrição 14 reais mais cara

Segundo o Inep, o valor do Enem está abaixo da média dos vestibulares do país, que é R$ 140; instituto cobre atualmente 70% dos custos do exame

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 terá taxa de inscrição no valor de R$ 82, 14 reais a mais do que os R$ 68 do ano passado. O novo valor está no edital do exame, lançado nesta segunda-feira (10) no Diário Oficial da União.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o valor do Enem está abaixo da média dos vestibulares do país, que é R$ 140. Em coletiva de imprensa concedida nesta segunda, o instituto informou que a correção não só levou em conta a variação de preços pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), como incorporou variações de anos anteriores que deixaram de ser aplicadas e parte da diferença entre o custo do exame e a taxa de inscrição.

Hoje, o instituto cobre cerca de 70% do custo do exame. No ano passado, por exemplo, a prova custou cerca de R$ 91,49 por participante, R$ 23,49 acima do valor da inscrição.

Veja também

Inscrições

As inscrições começam às 10h do dia 8 de maio e terminam às 23h59 do dia 19 de maio, apenas através do site do Enem. O pagamento deve ser feito até o dia 24 de maio.

Estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio em 2017, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na lei 12.799/2013 – que isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50. O Inep informa que vai conferir todos os pedidos de isenção. Caso o candidato não se enquadre, poderá gerar o boleto e pagar a taxa para participar do Enem. Se as informações prestadas forem falsas e for constatada concessão indevida de isenção, o participante será eliminado do exame e terá que ressarcir a taxa.

Caso um estudante isento da taxa não compareça ao exame, só poderá utilizar o benefício no ano seguinte caso comprove a ausência por meio de documento oficial ou atestado médico.

Mudanças na prova

O exame passará a ser aplicado em dois domingos seguidos (em 2017, as provas serão em 5 e 12 de novembro). Além disso, a ordem das provas será alterada: no primeiro domingo, dia 5, serão aplicadas as provas de Linguagens, Ciências Humanas e Redação, com 5h30 de duração; no segundo domingo, dia 12, serão aplicadas as provas de Matemática e Ciências da Natureza, com 4h30 de duração. A mudança do exame para domingo normaliza a prova para os sabatistas, que tradicionalmente tinham de esperar até as 19h do sábado para iniciar a prova.

O exame não servirá mais para certificar o ensino médio, função que voltará a ser do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Veja todas as mudanças aqui.