logo-ge

Estudantes já podem acessar espelho da redação do Enem

Acesso é apenas para vista pedagógica; entenda como é o processo de correção e os critérios levados em conta

O Ministério da Educaçã0 (MEC) liberou, na manhã desta terça-feira (11), o acesso ao espelho das redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Para acessar, é necessário entrar na página do participante, no site do exame, e informar CPF e senha cadastrada.

O acesso é apenas para vista pedagógica da redação, para o estudante verificar como se saiu em cada uma das cinco competências avaliadas e comparar seu desempenho com o dos demais participantes. Não está previsto, no edital, nenhum mecanismo para que o candidato possa recorrer da nota.

Veja também

Entenda a correção

A redação do Enem é corrigida por dois professores, que avaliam cinco competências, que valem 200 pontos cada. Se a diferença total da nota de cada corretor ultrapassar mais de 100 pontos, ou se ultrapassar mais de 80 pontos em cada competência, a redação é corrigida por um terceiro corretor. Além disso, se uma redação receber a nota total dos dois corretores, obrigatoriamente passará por uma banca com mais professores.

Competência 1
Norma culta: Avalia a obediência do candidato à norma-padrão da língua escrita.

Competência 2
Capacidade de leitura: Envolve a compreensão da proposta, a aplicação do conhecimento de várias áreas (aqui, entra a avaliação do repertório) e desenvolvimento do tipo de texto pedido – no caso, a dissertação. Nessa competência, é importante entender que um ponto chave da redação é não fugir do tema – para não correr riscos, leia com atenção (e mais de uma vez) a proposta e a coletânea.

Competência 3
Tese e argumentação: Avalia a capacidade de selecionar, relacionar e organizar fatos e opiniões em defesa do argumento.

Competência 4
Coesão: Avalia a articulação e os nexos que se estabelecem entre os elementos do texto. É, basicamente, a utilização de elementos e mecanismos de linguagem que possibilitem a argumentação.

Competência 5
Proposta de intervenção social: Avalia se o candidato conseguiu propor, de maneira objetiva, clara e detalhada a proposta de solução para o problema abordado, e se é plausível e faz sentido em relação ao tema. O aluno ainda deve se lembrar de manter o respeito aos direitos humanos. Repare que a proposta de intervenção é um dos itens mais importantes, pois há uma grade de avaliação somente para ela.