logo-ge

Governo testa disciplinas optativas e mais horas de aula no Ensino Médio

Projeto piloto testa novo currículo com 300 mil estudantes e autoriza estudantes a escolher 20% da grade horária

da redação

Análise sintática, trigonometria e química orgânica continuarão presentes na vida dos estudantes. Mas opções mais “personalizadas”, como produção de documentário e pesquisa científica devem entrar, no futuro, na grade curricular dos alunos.

 

O Ministério da Educação (MEC) testa com cerca de 300 mil estudantes um novo modelo de Ensino Médio que permite, como nas universidades, disciplinas optativas e projetos de pesquisa orientado por professores.

Com o projeto piloto, o MEC estuda maneiras de reverter a alta taxa de evasão escolar entre os adolescentes. Estima-se que apenas 1,8 milhão dos 3,6 milhões de estudantes que começam o ensino médio concluam o terceiro ano.

O novo modelo não permite excluir disciplinas do currículo, como acontece nos Estados Unidos, onde só estuda geografia ou matemática, por exemplo, quem quer. Mas prevê que 20% da grade horária seja composta por matérias escolhidas pelo aluno, com opções que podem variar conforme a região.

Em Pernambuco, onde o modelo é testado com 10 mil estudantes, foram introduzidas opções como raízes culturais, para o ensino de manifestações folclóricas como dança do coco e reisado.

No Rio Grande do Norte, que começou a experiência com 7 530 estudantes este ano, os estudantes podem escolher entre 10 mini-cursos de 20 a 60 horas por semestre. Há opções como tradução de textos e tecnologias da Informação.

MAIS TEMPO NA ESCOLA
Outra intenção do governo é aumentar a carga horária do Ensino Médio. A meta é passar de 800 para 1 100 horas anuais obrigatórias. Os alunos teriam, de segunda a sexta-feira, seis aulas de 50 minutos.
Prevê-se também que haja professores de dedicação exclusiva, que trabalhem o dia inteiro na mesma escola para planejar as atividades extra-curriculares.

Ainda não há data para que o novo modelo entre em vigor em todo o país. Atualmente, 17 estados experimentam a grade horária, em 357 escolas. O Brasil tem 8,4 milhões de estudantes de Ensino Médio.

LEIA MAIS
– Notícias de vestibular
– Notícias de Enem