logo-ge

Segunda fase ?difícil? da UFF acontece no dia 20

Coordenador de cursinho dá dicas para ir bem na prova da federal fluminense

por Morena Madureira

“A prova de segunda fase da UFF é bem objetiva, não pede muita interpretação e tem poucas questões”, descreve Sandro Massarani, coordenador do Curso Pré-Vestibular Dominantes, de Niterói (RJ). E acrescenta: “O exame é considerado difícil e geralmente as médias não são muito altas. Os assuntos são mais complexos e puxam muito o conhecimento do aluno”.

A prova da Universidade Federal Fluminense (UFF) terá dez questões dissertativas em duas matérias específicas de cada carreira e uma redação. “Qualquer erro é crucial por causa do reduzido número de questões”, diz Massarani, que recomenda que os candidatos não façam a prova em pouco tempo, leiam os enunciados com atenção e aproveitem os minutos que restem para revisar tudo o que escreveram. “Para pegar o ritmo do exame, é importante tentar ver provas dos anos anteriores”, sugere o coordenador.

Ainda de acordo com Massarani, as questões das carreiras de exatas costumam ser bem trabalhosas e demandar muito cálculo, enquanto as de geografia e história são mais fáceis, mas trazem temas pouco falados em sala de aula que normalmente são deixados de lado por não serem muito cobrados.

A segunda fase da UFF acontece no domingo, 20 de dezembro. A universidade oferece 6.953 vagas, que serão disputadas por 25.764 candidatos. No site da instituição, é possível conferir a relação candidato por vaga desta etapa do vestibular.

– Saiba como diferentes universidades aproveitarão o Enem

– Leia mais notícias sobre Vestibular