logo-ge

“Estou interessada em cursos de áreas diferentes. Como escolher?”

Nossa orientação profissional responde

Olá Guia, eu tenho dúvida sobre qual graduação e área de atuação escolher. Até pouco tempo atrás eu estava convicta de que faria Neurologia, mas comecei a me interessar por outras áreas. A bioengenharia, a engenharia biomédica e a engenharia mecânica me fizeram repensar meu projeto de vida. Atualmente estou cursando o 3º ano do ensino médio e fazendo um curso técnico de administração, que também é uma opção interessante. Sem falar da minha inclinação para as artes. Eu sei que é tudo confuso e alguns são de áreas completamente diferentes, e é exatamente por isso que preciso de ajuda. Obrigada.

Patty

Sinta-se em casa: ter dúvida nessa fase é mais frequente do que parece! O importante nessas horas é investir na busca de respostas para escolher o que realmente faz sentido em invés de optar pelo ‘menos ruim’, ‘era o que tinha’ ou ‘foi o que consegui’. Até pode ser possível, com uma boa dose de esforço e investimento, fazer mais de um curso ao mesmo tempo – mas no seu caso é preciso descobrir antes quais seriam eles. Para conseguir afunilar tantas opções com uma boa dose de precisão, recomendamos algumas pesquisas:

1. ‘Desk research’ (nome bonito para ‘fuçar na internet profundamente’) ajuda você a entender quem é quem em cada um desses mercados, as empresas de maior destaque, os profissionais referência, as escolas realmente boas.

2. ‘Pesquisa de campo’ (é a segunda porque só funciona bem depois da primeira) requer mais sola de sapato e saliva, pois envolve sair para conhecer as empresas, escolas e pessoas chave de cada área e investigar como aquele mundo funciona.

Envolve também descobrir como são as aulas (assista a uma ou várias, se possível) e o dia a dia de quem trabalha na área. Descubra quais são os seus desafios diários e como é sua rotina, passando pelo que parece mais divertido e glamoroso pra você, mas também pelo lado mais chato do trabalho, já que ao trabalhar com isso você viverá o pacote inteiro.

Entenda também qual é o jeito de ser das empresas que recrutam esses profissionais. Para isso, busque em sua rede de contatos quem consiga colocar você em contato com alguém que trabalhe em uma dessas empresas. Converse com a pessoa e, se possível, faça-lhe uma visitar ao seu local de trabalho. Sente-se nas áreas comuns e observe as pessoas, o jeito de se comunicar e se vestir, o tom de voz, as palavras e gestos, o ambiente físico – conseguir conversar com mais gente que trabalha lá é um belo bônus.

A cada etapa da pesquisa, vá anotando em uma tabela os prós e os contras de cada profissão.

Por fim, converse com outras pessoas sobre as suas análises. Conversando fica mais fácil de refletir e concluir!

People & Results

Empresas são feitas de profissionais. São eles que constroem, transformam e perpetuam a cultura corporativa. Quando colocadas em posições que exigem aquilo que cada um tem de melhor, alcançam desempenho superior, são mais felizes. Portanto, cuidar da cultura da empresa e da carreira é peça fundamental na gestão de pessoas e para o sucesso nos negócios. Em suma, pessoas e resultados são o nosso negócio.
(A consultoria, especializada em carreira e cultura organizacional, responderá periodicamente as dúvidas dos leitores do GE).