logo-ge

O que faz um engenheiro agronômico?

Orientador profissional esclarece

Como é o trabalho de quem se forma em Engenharia Agronômica?
Enviado por Nathália Martins

Publicações como o GUIA DO ESTUDANTE trazem importantes e atualizadas informações sobre as profissões. Você pode complementá-las de algumas maneiras: pesquisando sites de órgãos de classe como os CREA (Conselhos Regionais de Engenharia e Arquitetura) ou de órgãos governamentais como o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento ou da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), acompanhando jornais e revistas em assuntos como agronegócios e pesquisas referentes à exploração sustentável do meio ambiente.

A Engenharia Agronômica, também conhecida como Agronomia, tem passado por grande valorização nos últimos anos. O Brasil é uma grande força mundial na produção agrícola e de rebanhos cuja área chamada de agronegócios. Diante das cada vez maiores exigências de qualidade e controle dos produtos de origem animal e vegetal no mercado internacional e nacional, o engenheiro agrônomo é indispensável para a conquista do sucesso nas empreitadas.

Ele utiliza seus conhecimentos para aumentar a produtividade dos produtos agrícolas, cuidando do controle de pragas ou da renovação da terra, por exemplo. Estuda e aplica melhores métodos de adubação, de irrigação, de produtos que matem micróbios e ervas daninha na lavoura. Opera também ações no sentido da recuperação da terra diante de interferências naturais, como enchentes e erosão, ou do homem – desgaste por não realizar rodízio de plantações.

Pode também dedicar-se à zootecnia, lidando com a melhoria de gerações animais, ou contribuindo para cuidados ligados à saúde como alimentação, vacinação, manejo dos produtos depois do abate. Em geral, seu ambiente de trabalho é o campo, mas pode também se estabelecer em escritórios gerindo ou assessorando agronegócios, ou em empresas privadas ou órgãos governamentais pesquisando processos e produtos que aumentem a produtividade.

Temas como “produção sustentável” – geração de atividade econômica com redução de danos ao meio ambiente – e “segurança alimentar”, alimentos sem agrotóxicos, de grande qualidade nutricional e durabilidade maior, têm atravessado tanto os cursos de formação como a prática cotidiana dos agrônomos. Nesse sentido, aborda em seu cotidiano questões que buscam aliar elementos sociais, econômicos e ambientais.

Leia mais:
 – Será que Engenharia Agrícola é a escolha ideal?
 – Devo fazer Agronomia?
 – Engenharia Agronômica, Agrícola ou de Agronegócios?