Guia do Estudante

Consulte o Orientador

Existe um tipo de engenharia mais apropriado para mulheres?

Estou cursando o Ensino Médio. Andei vendo algumas sugestões para faculdade e gostei da Engenharia Mecânica, mas muitos me dizem que 90% dos que cursam essa faculdade são homens e que essa profissão pode ser difícil para uma mulher entrar no mercado de trabalho! Isso é verdade? Quais tipos de engenharias seriam apropriados para uma mulher? E no mercado de trabalho?

enviado por Emily Guede

A questão da ocupação de espaço no mercado de trabalho por parte das mulheres deve ser avaliada de forma abrangente. Historicamente, o ingresso das mulheres no ensino superior ocorreu a partir de uma visão sexista, ou seja, que separava homens e mulheres por supostas tendências naturais e instintivas quanto a suas capacidades e interesses.

Dessa forma profissões ligadas ao cuidado dos outros como fonoaudiologia, psicologia, enfermagem, pedagogia, nutrição, seriam “naturalmente” femininas, enquanto aquelas ligadas à administração da produção ou dos processos sociais mais amplos como engenharia, direito, processos informatizados, seriam mais próprias aos homens em função de suas características “naturais”.

De fato, isso representa muito mais uma diferença de poder na relação entre homens e mulheres na sociedade e concepções preconceituosas do que verdadeiramente tendências naturais. Infelizmente ainda existem obstáculos que precisam ser combatidos. Por exemplo, em média, homens são mais bem remunerados e têm mais chances de assumir cargos mais elevados quando comparados com as mulheres.

Muitas profissões que eram consideradas essencialmente masculinas ou femininas têm perdido esta característica, ampliando as possibilidades de escolha, em função de lutas que levaram a conquistas sociais importantes e a quebra de preconceitos. As mulheres vêm rompendo com este modelo por meio de lutas coletivas, bem como por meio das escolhas e carreiras que escolhem individualmente e enfrentando tais visões preconcebidas.

Em síntese, nada impede objetivamente sua escolha pela área declarada; saiba que é preciso estar consciente dessa história de forma a garantir seu próprio futuro e o desbravamento de campos cada vez mais amplos. Cabe a você pesquisar o contexto e avaliar seus interesses e recursos para enfrentar os desafios.

LEIA TAMBÉM
- Não devo fazer Engenharia porque sou mulher?
- Uma mulher pode trabalhar com Engenharia Mecânica ou Aeronáutica?
- Você seria um bom engenheiro mecânico?

Compartilhe