Guia do Estudante

Consulte o Orientador

Psicologia está com o mercado saturado? Tem como cursá-la e depois se especializar em Musicoterapia?

Tenho muita vontade de cursar Psicologia, mas me dizem que o mercado está saturado. É verdade?

Há como cursar Psicologia e depois fazer uma pós-graduação em Musicoterapia? Se sim, em quais faculdades?

Qual a média salarial de um psicólogo?

A graduação em Musicoterapia ainda é relativamente recente. Há cursos em universidades públicas inclusive, como a UFMG, que confere maior reconhecimento a novas áreas. Porém, não são possíveis ainda mais afirmações quanto ao potencial de empregabilidade e de remuneração. Considere, por exemplo, que a profissão do musicoterapeuta não é regulamentada, ou seja, não tem legislação própria, não tem um conselho ou ordem profissional, diferente da profissão do psicólogo, regulamentada desde 1962.


Quanto ao mercado de trabalho para profissionais formado em Psicologia, é preciso diferenciar mercado de campo de trabalho. Mercado de trabalho se refere às possibilidades de “venda” do trabalho e sua remuneração; campo de trabalho são as diferentes formas de intervir na sociedade a partir da formação básica, bem como as demandas sociais (as necessidades que a sociedade apresenta das atividades que uma profissão pode executar).


De fato, há mais de 150 mil psicólogos no Brasil e a maioria trabalha como autônomo (sem vínculo empregatício), “vendendo” seu trabalho diretamente a cidadãos que os consultam em psicoterapias. Contudo, a psicologia tem uma grande gama de ofertas para a sociedade, nas áreas educacional, hospitalar, do esporte, publicitária, de desenvolvimento e gerenciamento de relações humanas nos ambientes de trabalho, social e comunitária, entre outras.


Seja qual for sua opção, tenha em mente que a maior qualificação profissional tende a se refletir em melhores e maiores possibilidades do exercício de uma profissão, ou seja, escolha um bom curso e pense que sua formação não se esgotará com o diploma: é importante que você realize novos cursos e desenvolva mais conhecimentos depois da graduação.

Compartilhe