Guia do Estudante

Consulte o Orientador

Serviço Social ou Psicologia?

Sempre gostei de lidar com pessoas. Tenho vontade de fazer Psicologia ou Serviço Social, porém muitas pessoas dizem que a aréa de Serviço Social é restrita e tem remuneração muito baixa no Brasil. Não sei que decisão tomar!

A remuneração das profissões varia em função de alguns fatores. Um deles é o status social, ou seja, o reconhecimento de seu valor sem que tenhamos consciência dos motivos que geram tal fato. Na realidade, as fontes deste reconhecimento se devem a fatos históricos que a sociedade nem sempre se lembra.

Por exemplo, advogados e médicos devem boa parte de seus status aos primeiros profissionais destas áreas, que eram filhos dos poderosos do séculos XIX, aristocratas e grandes fazendeiros ligados ao imperador do Brasil. De geração em geração, apenas os filhos dos mais ricos chegavam a estas profissões. Mesmo hoje em que há um pouco mais de chances de pessoas de outras classes sociais chegarem a tais profissões, o status permanece, pois “esquecemos” a origem do prestígio social.

 Outro fator que valoriza uma profissão é o quanto ela pode contribuir para que as empresas gerem maior produção e lucros. Este é o caso de profissões relativamente novas, como as ligadas à informática. A partir de meados da década de oitenta do século passado, a informatização se transformou em fator fundamental para que as empresas pudessem competir no mercado, o que valorizou bastante a remuneração de pessoas ligadas à área.

Já as áreas relacionadas ao desenvolvimento de políticas públicas de amparo dos mais necessitados, como o Serviço Social, sofrem com o descaso que sempre esteve presente no Brasil; de certa forma, a Psicologia - compromissada com mudanças sociais que diminuam o sofrimento psíquico - se enquadra no mesmo modelo.

Pode haver exceções em que profissionais destas áreas conquistem altos rendimentos. Ao mesmo tempo considere que faz parte das atividades desempenhadas por tais profissionais a busca da transformação das condições sociais que geram o sofrimento e a busca da satisfação das necessidades humanas mínimas. Faz parte do pertencimento a uma dada profissão o empenho pelo maior reconhecimento e valorização de sua atividade laboral.

Compartilhe