Guia do Estudante

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA/GESTÃO PÚBLICA

Bacharelado / Tecnológico

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

O bacharel em Administração Pública é o administrador especializado no gerenciamento de instituições governamentais e na elaboração e acompanhamento de políticas públicas. Seu principal campo de trabalho está em ministérios, secretarias e agências federais, estaduais ou municipais, de áreas como saúde, educação, assistência social, habitação e cultura. Nessas instituições, o administrador elabora, coordena e avalia políticas que têm como objetivo atender a demandas coletivas, como o combate à exclusão social, ao analfabetismo e à subnutrição, entre outros temas. Ao elaborar uma política pública, ele estabelece seus objetivos e suas diretrizes, analisa a viabilidade das linhas de financiamento com recursos públicos e privados, acompanha licitações e controla o orçamento. Organizar a infraestrutura, a logística e a operação em campanhas de vacinação ou de construção de moradias são exemplos de atividades da alçada desse profissional. Apesar de o principal nicho de mercado estar no setor público, o profissional encontra oportunidades em associações sem fins lucrativos, como organizações não governamentais (ONGs), ou em empresas privadas, na articulação de ações em parceria com o governo. Você pode ingressar na carreira com um curso superior de tecnologia.

Fique de olho

AS POLÍTICAS PÚBLICAS E AS ONGS

O Brasil contabiliza cerca de 290 mil entidades sem fins lucrativos, que costumam ser agrupadas sob o nome geral de ONGs. A maioria mantém suas operações com mão de obra voluntária. Mas 81 mil delas dão emprego formal a 2 milhões de pessoas. Isso dá uma ideia do peso que as ONGs têm na economia do país e, indiretamente, da amplitude do mercado de trabalho para o administrador público.

Mercado de Trabalho

É uma tendência mundial da qual o Brasil não escapa: o Estado, nas três esferas de governo - municipal, estadual e federal - recorre cada vez mais ao terceiro setor para implementar políticas públicas. A fim de participar da implementação dessas políticas, as ONGs, por sua vez, precisam se profissionalizar e, para isso, recorrem a esses profissionais. Essa realidade indica uma expansão das oportunidades de colocação para o bacharel e o tecnólogo para além das instituições do Executivo. O Legislativo também demanda esse administrador, principalmente na assessorial a parlamentares. Há demanda pelo profissional em todo o país, mas Brasília e a Região Sudeste concentram o maior número de vagas. No Rio de Janeiro, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) são tradicionais empregadores.

As melhores escolas

5 estrelas

MG Belo Horizonte EG-FJP. SP Araraquara Unesp. São Paulo USP Gestão De Polít. Públ.

4 estrelas

MG Belo Horizonte UFMG Ciên. Do Estado; Gestão Públ. SC Florianópolis Udesc.

3 estrelas

AL Maceió Uneal. PR Matinhos UFPR Gestão Públ. RJ Rio De Janeiro Unirio. RN Natal UFRN Gestão De Polít. Públ.

O Curso

O bacharelado tem muitas matérias em comum com os cursos de administração tradicionais, como matemática, estatística, economia e administração financeira. A principal diferença é o objeto a ser administrado - no caso, projetos e organizações da esfera pública. Para isso, há disciplinas específicas, como finanças para administradores públicos e gestão de pessoas do setor público. Normalmente, as faculdades exigem monografa de conclusão de curso.

Duração média: 4 anos.

Outros Nomes: Ciên. do estado; gestão de polít. públ.; gestão públ.; gestão públ. e Desenv. reg.; gestão públ. para o Desenv. econ. e soc.; polít. públ.


GESTÃO PÚBLICA
Os cursos de Gestão Pública formam tecnólogos para atuar na administração de órgãos e serviços públicos. Como os bacharéis dessa área, eles também conhecem a legislação do setor, contabilidade, técnicas de gestão e mercado financeiro, e costumam enfrentar a concorrência dos bacharéis, principalmente nos primeiros degraus da carreira. Assim como no bacharelado, a grade curricular do curso tecnológico traz disciplinas como economia, legislações trabalhista, orçamentária e tributária, sistemas de administração e direito administrativo, além de gestão de empresas públicas, responsabilidade social e licitações. A diferença está na profundidade com que esses temas são abordados e na ênfase dada a aspectos específicos da região em que o curso é oferecido. Algumas escolas exigem um trabalho de conclusão do curso.

Atenção: algumas escolas oferecem ênfases específicas, como em legislação (Ciesa-AM).

Duração média: 2 anos.
 

O que você pode fazer

Consultoria

Planejar ações institucionais que possam reduzir custos administrativos, ampliar a abrangência das ações e potencializar os benefícios das políticas públicas. Elaborar projetos para financiamentos em bancos públicos.

Empresas do terceiro setor

Implementar programas e projetos, planejar processos de licitação pública, promover o contato entre o terceiro setor e o setor estatal.

Empresas Privadas

Atuar na prestação de serviços para órgãos do governo, em atividades que interagem com o poder público ou em projetos de gestão compartilhada.

Gestão de Políticas Públicas

Estabelecer diretrizes para nortear programas e encaminhar soluções para resolver problemas sociais para os poderes executivo, Legislativo e para organizações da sociedade civil, nas mais diversas áreas, como educação, saúde, transporte, assistência social, habitação, lazer, segurança pública e meio ambiente.

Organizações não governamentais

Criar programas de metas, gerenciar orçamento, implementar programas sociais.

Serviço Público

Administrar os setores contábeis e orçamentários dos órgãos públicos e dar assistência a eles. Realizar licitações e contratos administrativos. Gerenciar a ligação entre empresas públicas e privadas.

Compartilhe