Guia do Estudante

GESTÃO HOSPITALAR

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

O tecnólogo em Gestão Hospitalar atua no planejamento, na organização e no gerenciamento de um hospital, seja público, seja privado, e de clínicas médicas, laboratórios de análises clínicas, spas e casa de repouso para idosos. Como tem conhecimentos na área de políticas públicas de saúde e administração, pode trabalhar para manter a infraestrutura do espaço físico, determinando o melhor uso para ele, e ainda definir o número de médicos, enfermeiros e especialidades que o local poderá atender. É de sua responsabilidade o planejamento da manutenção preventiva dos equipamentos médicos, o controle dos estoques de materiais, a limpeza e até a destinação dos resíduos hospitalares. Também pode agir em campanhas de saúde para o controle de epidemias. Outros locais de trabalho podem ser farmácias e empresas de seguro hospitalar.

Fique de olho

Hospitais procuram gestores

Segundo especialistas, a área de gestão hospitalar deve crescer bastante nos próximos anos –cerca de 25% ao ano. Levantamento do setor aponta que somente 19% das instituições de saúde do país têm soluções de TI, cenário que comprova a necessidade de profissionais capazes de prestar serviços de tecnologia da informação para hospitais, como o desenvolvimento de aplicativos.

Mercado de Trabalho

O tecnólogo é contratado por todos os tipos de organização no setor: de instituições hospitalares a órgãos governamentais. Além de entender da área médica, esse profissional deve conhecer as atividades básicas de administração, marketing, contabilidade e os serviços de saúde, como acreditação e legislação. As regiões Sudeste e Sul são as que concentram a maior parte das vagas. Hospitais, laboratórios de análises clínicas, policlínicas e casas de saúde para idosos são os locais que mais contratam esse profissional. As empresas de seguro hospitalar, por sua vez, procuram o tecnólogo para atuar na venda dos planos. “Mas as regiões Norte e Nordeste são as que mais carecem dessa mão de obra qualifcada”, diz Sheyla Gomes Pereira de Almeida, coordenadora do curso tecnólogo da UFRN. “Especializações em gestão fnanceira e de pessoas e em logística são muito valorizadas”, completa ela.

Salário inicial: R$ 2.500,00 (fonte: profa. Sheyla Gomes Pereira de Almeida, da UFRN).

As melhores escolas

Curso

O currículo mescla disciplinas das áreas de saúde e administração. No primeiro ano, matemática, estatística, contabilidade, custos hospitalares, economia, orçamentos hospitalares, informática em saúde e logística empresarial, entre outras. O segundo ano tem foco nos problemas de saúde da população. Para isso, há aulas de políticas públicas de saúde e de humanização, epidemiologia e qualidade e hotelaria hospitalar. Outras disciplinas são legislação em saúde e marketing. A maior parte das escolas exige o trabalho de conclusão de curso.

Duração média: 2 anos e meio.

Outro nome: Adm. Hosp. e serv. de saúde.



Compartilhe