Administração e Negócios

Todos os campos são obrigatórios

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA / GESTÃO PÚBLICA

É a aplicação das teorias clássicas de administração no gerenciamento das instituições públicas. Encarregado de aplicar as teorias administrativas no desenvolvimento de ações do interesse social coletivo, o administrador público é essencialmente um planejador. Cada vez mais requisitado pelo mercado, ele gerencia organizações do setor público em nível governamental, em agências federais, estaduais ou municipais, nas empresas ligadas ao terceiro setor ou em organizações não governamentais. Os profissionais são habilitados para o planejamento e a gestão de políticas públicas, implementação de programas de responsabilidade social, gestão de organizações sociais, elaboração de programas governamentais e também são requisitados em agências reguladoras e de fomento social.

 

 

Teste profissional: Administração é a melhor opção?

 


Saiba onde estudar Administração Pública

O mercado de trabalho

Trata-se de um mercado com oferta de trabalho em plena expansão, tanto para o bacharel quanto para o tecnólogo. Isso porque o setor público realiza concursos regularmente com salários atrativos, as organizações do terceiro setor estão cada vez mais profissionalizadas, as empresas ampliam suas ações de responsabilidade social e as grandes consultorias necessitam de pessoal especializado em assuntos governamentais. "O Estado é um grande cliente. O setor público precisa de bons administradores e de excelentes executivos públicos nas instâncias municipal, estadual e federal. Além disso, trabalhar em prol do interesse coletivo está em alta", diz Regina Pacheco, professora da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV-Eaesp) e coordenadora do mestrado em Gestão e Políticas Públicas na mesma instituição. "O administrador, por suas habilidades e competências gerenciais, é indispensável na esfera pública", completa a professora Lanny Uchôa, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).Todo o país precisa de administradores públicos.Brasília concentra boas oportunidades e os melhores salários - pagos pelo governo federal, Câmara dos Deputados, Senado e órgãos internacionais.Assim como a capital federal, o Rio de Janeiro oferece postos de trabalho governamentais, como no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). "A dica é procurar governos estaduais e municipais que têm proposto mudanças significativas para a modernização e a melhoria da qualidade dos serviços oferecidos aos cidadãos. Minas Gerais, por exemplo, é considerado um laboratório de inovação na gestão pública, com bons resultados e remuneração competitiva", afirma Regina Pacheco. Outra orientação é visitar com regularidade o site do Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (Consad, www.consad.org.br), no qual é possível saber quais as novas ações em cada estado brasileiro no que diz respeito à gestão pública.

O curso

O bacharelado tem muitas matérias em comum com os cursos de Administração tradicionais, como matemática, estatística, economia, administração financeira, contabilidade, gestão de recursos humanos, sistemas de informação e direito. A principal diferença é o objeto a ser administrado - no caso, projetos da esfera pública. Para isso, há matérias como radiografia do Estado brasileiro, finanças para administradores públicos, gestão de pessoas no setor público, contabilidade pública e controladoria, qualidade e produtividade dos serviços públicos, estratégias de comunicação nas organizações públicas, logística e suprimentos na área pública, entre outras. Normalmente, as faculdades exigem monografia na conclusão da graduação.


Fique de olho: Há cursos voltados especificamente para a gestão de políticas públicas (veja abaixo, em O que você pode fazer), como os oferecidos pela UFMG, UFRN, Unicamp (Limeira) e USP - Leste.

Duração média: quatro anos

Outros nomes: Ciên. do Estado e da Governança Soc.; Gestão de Polít. Públ.; Gestão Públ.



O curso tecnólogo oferece formação nas áreas de legislação, administração, contabilidade e mercado financeiro, com disciplinas como economia brasileira, legislações trabalhista, orçamentária e tributária, sistemas de administração e direito administrativo. Além dessa parte generalista, que não é extensa, há muitas matérias específicas da área pública, como gestão de empresas públicas, responsabilidade social, licitações, gestão governamental e políticas públicas. No final do curso, é preciso entregar um trabalho de conclusão.

Duração média: dois anos.

Outros nomes: Adm. Públ.; Desenv. Reg.

O que você pode fazer

Consultoria Planejar ações institucionais que podem reduzir custos administrativos, ampliar a abrangência das ações e potencializar os benefícios das políticas públicas. Elaborar projetos para financiamentos em bancos públicos. Empresas do terceiro setor Implementar programas e projetos, elaborar e planejar processos de licitação pública, promover o contato entre as empresas e o setor estatal. Empresas privadas Atuar em atividades que interagem com o poder público e em projetos de gestão compartilhada. Gestão de Políticas Públicas Elaborar, coordenar e avaliar políticas públicas no que se refere a sistemas de saúde, de educação e segurança, por exemplo, para os poderes Executivo, Legislativo e para organizações da sociedade civil. Organizações não-governamentais Elaborar programas de metas, gerenciar orçamento, planejar e implementar programas sociais. Serviço Público Administrar e dar assistência aos setores contábeis e orçamentários dos órgãos públicos. Realizar licitações e contratos administrativos. Gerenciar a ligação entre empresas públicas e privadas.


Ofertas

Vídeos