logo-ge

Biocombustíveis

Este tecnólogo conhece os processos de obtenção de biocombustíveis produzidos de materiais como cana-de-açúcar, carvão vegetal e plantas oleaginosas

Este tecnólogo conhece os processos de obtenção de biocombustíveis produzidos de materiais como cana-de-açúcar, carvão vegetal e plantas oleaginosas (girassol, dendê, soja, amendoim). Ele atua no desenvolvimento de produtos bioenergéticos (álcool combustível e biodiesel) e no controle da produção e da qualidade de fontes alternativas de energia. Também cuida do gerenciamento e controle da matéria prima, logística, vendas, segurança do trabalho e gestão de recursos humanos de empresas do setor. Outra responsabilidade é analisar se a produção afeta o meio ambiente. Pode atuar em usinas, destilarias, cooperativas, distribuidoras de biocombustíveis, na agroindústria ou como consultor, com prestação de serviços.

Mercado de Trabalho

Mesmo acusando ligeira queda no consumo nos primeiros meses de 2016, o etanol deve continuar com uma produção expressiva. Por isso, há boas perspectivas para este tecnólogo. De acordo com relatório da Agência Internacional de Energias Renováveis (Irena), metade de todos os empregos globais gerados pela indústria de biocombustível está no país. O setor do etanol é o que mais emprega, seguido do biodiesel e da área de máquinas e equipamentos. O profissional é requisitado em diversos segmentos: produção agrícola e energética, área química, logística, vendas, manutenção de equipamentos e controle de qualidade. A maior demanda se concentra no interior de São Paulo, mas o mercado se expande em Minas Gerais, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Alagoas e Bahia.

Curso

O curso mescla disciplinas da área de Administração com aquelas ligadas à bioenergia. O aluno estuda contabilidade, logística, desenvolvimento de mercado e sociologia. Aprende química, biologia, física e preservação ambiental, processos de biodiesel e álcool e gestão da produção. Há muitas aulas práticas. Em química, por exemplo, faz análises sobre a cana-de-açúcar para medir o teor de sacarose. Já na usina-piloto, acompanha a produção do biodiesel ou do álcool e monitora o tratamento de efluentes. Algumas escolas exigem estágio e entrega de uma monografa de conclusão de curso.

Duração média: 3 anos.

Outro nome: Bioenergia.