Guia do Estudante

REDES DE COMPUTADORES

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

O tecnólogo dessa área auxilia no projeto e na construção de computadores pessoais, de empresas e de produção automatizada. Faz também sua manutenção preventiva. Conecta circuitos eletrônicos, placas de som e áudio e o computador com seus periféricos, como teclado, mouse e impressoras. É parte de suas funções, ainda, participar do desenvolvimento de projetos e da instalação de redes de computadores, decidindo pelo tipo e pelo número de unidades, por sua configuração e pelos programas de gerenciamento. Também controla e projeta a segurança das redes de computadores nas empresas.

Fique de Olho

Segurança da Informação

Algumas instituições oferecem curso específico em Segurança da Informação. Ele forma o profissional responsável pela proteção das informações de uma empresa. Sua função é administrar sistemas de informação, banco de dados, sistemas operacionais e redes de computadores, gerenciando os níveis de acesso a eles.

Mercado de Trabalho

Mercado aquecidíssimo. O déficit de pessoal na área de Tecnologia da Informação (TI) é de cerca de 40 mil profissionais de acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). “As empresas têm sempre necessidade de implantar infraestrutura de informática”, diz Carlos Helano, coordenador do curso de Redes de Computadores da Unifacs, em Salvador. As oportunidades englobam empresas dos mais variados setores e portes, tanto no setor público quanto no privado. “O ramo de banda larga móvel e smartphones abre novas oportunidades, mas o profissional de redes é capacitado a atuar em qualquer empresa, não apenas de TI”, enfatiza Helano. Grandes centros urbanos dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Paraná oferecem as melhores oportunidades de trabalho. Mas há boa procura em estados do Nordeste e em Brasília.

Salário inicial: R$ 2.000,00 (fonte: prof. Carlos Helano, da Unifacs);

As melhores escolas

Curso

Nomes diferentes identificam os vários cursos dedicados a formar esse profissional, mas o currículo de todos é basicamente o mesmo. O ponto de partida é o estudo de matérias gerais, como física, matemática, redação e inglês técnico, e aulas em laboratório de eletrônica, eletrotécnica e computação. Na formação prática, você toma contato com análise de circuitos, eletrônica digital e microprocessamento. A maioria das escolas também oferece disciplinas mais ligadas a administração e gestão.

Duração média: três anos.

Outros nomes: ger. de redes de Comput.; gestão de redes de Comput.; seg. da inf;



Compartilhe