Guia do Estudante

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Bacharelado / Tecnológico

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

Este bacharel administra o fluxo de informações que circulam por redes de computadores dentro e fora de uma organização. Ele desenvolve o processamento, os sistemas de armazenamento e de recuperação de dados e disponibiliza esse material para usuários de redes, criando, adaptando e instalando programas para facilitar e organizar a consulta. Monta e gerencia banco de dados e desenha páginas de sites, funcionais e elegantes - tarefa que exige versatilidade e criatividade. Pode atuar em qualquer tipo de empresa de quase todos os setores, de bancos e organizações de saúde a empresas públicas e de comércio eletrônico. Conhecer inglês é mais do que essencial. É possível ingressar na carreira como tecnólogo. Há uma grande variedade de cursos superiores de tecnologia nessa área. E vários deles, apesar de apresentar grades curriculares muito semelhantes, enfatizam determinados segmentos de atuação, como banco de dados ou internet.

  

 

 

Dúvida do Vestibulando

DIFERENTES ENFOQUES

Alguns bacharelados desta área têm enfoque específico. A UFSC, em Araranguá (SC), tem o curso de Tecnologias da Informação e Comunicação, no qual o aluno cursa disciplinas de três áreas: Tecnologias Digitais, Negócios Digitais ou Educação e Cultura Digital. Já o curso Informática e Cidadania, da UFPR, dá uma base geral de conhecimento sobre a tecnologia da informática e aborda suas aplicações em atividades relacionadas com a inclusão digital. Por exemplo, na implantação de redes sociais, de modo a tirar delas o melhor proveito para atender a demandas socioeconômicas de uma região ou comunidade.

Mercado de Trabalho

É cada vez maior o número de brasileiros que têm acesso à internet. Segundo o Comitê Gestor de Internet no Brasil, do governo federal, a taxa de residências com acesso à rede mundial quase triplicou entre 2006 e 2012 (veja o quadro Fique de olho, na página ao lado). Além disso, hoje, é possível acessar dados bancários, sites ou redes sociais não só por computador, mas também por smartphones e aparelhos de TV - tudo graças ao desenvolvimento de novos sistemas de informação. Essas duas realidades apontam para o aquecido mercado de trabalho para esse profissional. Os empregadores tradicionais são empresas de tecnologia da informação (TI). Mas há espaço em empresas de qualquer ramo, que empregam bancos de dados e redes, como editoras, companhias de telecomunicações, redes de loja e bancos. Um dos novos segmentos de atuação é o de educação a distância. A maior demanda está, naturalmente, nos grandes centros urbanos, que concentram as maiores empresas de desenvolvimento de software. No entanto, aí está também o mercado mais concorrido. Fora das grandes capitais, há oportunidades em polos industriais e cidades de médio porte.

As melhores escolas

5 estrelas

MG Belo Horizonte Puc Minas, Ufmg. PR Curitiba Pucpr. RJ Campos Dos Goytacazes Iffluminense. Rio De Janeiro Puc-Rio, Unirio. RS São Leopoldo Unisinos. SP Bauru Unesp. Presidente Prudente Unoeste. São Carlos Usp. São Paulo Usp.

4 estrelas

BA Feira De Santana Unifacs. Salvador Uneb-Ba, Unifacs. CE Fortaleza Fa7. Quixadá Ufc. DF Taguatinga Ucb-Df. ES Serra Ifes. GO Goiânia Ufg. MA São Luís Ifma. MG Belo Horizonte Una. Betim Puc Minas. Contagem Puc Minas. Itajubá Unifei. Lavras Ufla. Rio Paranaíba Ufv. Santa Rita Do Sapucaí Fai-Santa Rita Do Sapucaí. MS Campo Grande Ufms Análise De Sist. Dourados Ufgd. PA Belém Ufra. Castanhal Ufpa. PB Campina Grande Facisa-Pb. Rio Tinto Ufpb. PR Bandeirantes Uenp. Curitiba Utfpr. Maringá Uem Inform. Ponta Grossa Uepg Inform. RS Canoas Ulbra. Caxias Do Sul Ucs. Gravataí Facensa. Porto Alegre Pucrs. Vacaria Ucs. SC Blumenau Furb. Brusque Unifebe. Florianópolis Ufsc, Unisul. São Bento Do Sul Udesc. SP Campinas Metrocamp, Puc-Campinas. Marília Univem. Santos Universidade Católica De Santos. São Paulo Fiap. Taubaté Unitau.

3 estrelas

AC Rio Branco Ufac. AL Maceió Cesmac Inform. (Análise De Sist.), Estácio Fal, Ifal. AM Itacoatiara Ufam. Manaus Fac. Fucapi, Fac. La Salle De Manaus. BA Alagoinhas Uneb-Ba. Itabuna Ftc. Jequié Uesb. Lauro De Freitas Unime Lauro De Freitas. Salvador Fac. Ruy Barbosa/Devry, Ucsal. CE Fortaleza Estácio Fic, Fanor/Devry, Flf. DF Brasília Udf, Unip-Df, Upis. Sobradinho Projeção. Taguatinga Projeção. ES Cachoeiro De Itapemirim São Camilo-Es. Colatina Unesc-Es. Vila Velha Uvv. Vitória Faesa. GO Anápolis Ueg. MG Belo Horizonte Faminas-Bh, Fnbh, Infórium, Newton Paiva, Universo-Mg. Diamantina Ufvjm. Frutal Uemg. Itabira Funcesi. João Monlevade Ufop. Juiz De Fora Ces/Jf, Universo-Mg. Lavras Fagammon. Passos Fesp/Uemg. Pouso Alegre Univás. Uberaba Facthus, Uniube. Uberlândia Fac. Pitágoras De Uberlândia, Ufu, Unitri. Unaí Inesc. Varginha Faceca. MS Coxim Ufms. Dourados Uems. MT Cuiabá Ufmt, Unic. PA Belém Cesupa, Iesam. Santarém Ceuls/Ulbra. PB Cabedelo Iesp-Pb. Patos Fip-Pb. PE Olinda Aeso, Fase-Pe. Recife Estácio Fir, Fac. Joaquim Nabuco, Uninassau. Serra Talhada Ufrpe. PI Teresina Fatepi. PR Apucarana Fap-Pr. Araucária Facear. Campo Largo Facecla. Cascavel Unipar. Curitiba Fac. Expoente, Facet, Facs. Int. Sta. Cruz De Curitiba, Fesp-Pr, Unibrasil. Foz Do Iguaçu Udc Sede. Francisco Beltrão Unipar. Guaíra Unipar. Paranavaí Unipar. Pato Branco Fac. Mater Dei. Umuarama Unipar. RJ Duque De Caxias Unigranrio. Macaé Femass. Resende Aedb. Rio De Janeiro Estácio, Feuc-Rj , Ucb-Rj. Volta Redonda Unifoa . RN Mossoró Fac. Mater Christi. Natal Unp. RO Ji-Paraná Ceulji/Ulbra. Porto Velho Fac. Porto Velho , Fatec-Ro, Unir Inform. (B/L). RS Bagé Urcamp. Bento Gonçalves Ucs. Cachoeira Do Sul Ulbra. Guaíba Ulbra. Lajeado Univates. Novo Hamburgo Feevale. Passo Fundo Imed . Porto Alegre Fac. D. Bosco De Porto Alegre, Uniritter. Rio Grande Furg. Santa Maria Centro Universitário Franciscano . Santo Ângelo Uri. SC Araranguá Ufsc Tecnol. Da Inf. E Comun. Caçador Uniarp . Chapecó Unochapecó , Unoesc . Criciúma Esucri. Florianópolis Facs. Barddal. Joinville Univille. Pinhalzinho Horus Facs. Rio Do Sul Unidavi. SE Aracaju Unit . Itabaiana Ufs. São Cristóvão Ufs. SP Americana Unisal . Araraquara Facs. Logatti, Uniara. Araras Fho-Uniararas. Barretos Fac. Barretos, Unifeb . Batatais Claretiano-Centro Universitário. Bebedouro Unifafibe. Campo Limpo Paulista Faccamp . Fernandópolis Fef. Franca Unifran. Guarulhos Fac. Eniac. Hortolândia Fah. Itu Ceunsp. Ituverava Fafram. Jaboticabal Fesl. Lins Unilins . Mirassol Faimi. Mogi Das Cruzes Umc. Osasco Unifieo . Ourinhos Fio. Pindamonhangaba Fapi-Sp. Piracicaba Unimep. Presidente Prudente Toledo. Ribeirão Preto Unaerp. São Caetano Do Sul Uscs. São Paulo Facs. Int. Rio Branco, Fit-São Paulo, Mackenzie, Puc-Sp, Senac-Sp, Sumaré, Unip-Sp, Universidade Anhembi Morumbi, Usjt. Sorocaba Uniso. Suzano Unisuz. Taquaritinga Ftga. Votuporanga Unifev. TO Palmas Católica Do Tocantins, Ceulp/Ulbra.

Curso

Cálculos acompanham o aluno durante todo o curso. Por isso, é preciso gostar muito de matemática. Entre as matérias específicas há linguagem de programação, bancos de dados e inteligência artificial. Estágio e projeto de conclusão de curso são obrigatórios.

Atenção:
algumas escolas focam os aspectos administrativos da profissão, enquanto outras dão ênfase às disciplinas de computação.

Duração média: 4 anos.

Outros nomes: Análise de sist.; inform.; inform. e Cidadania; Tecnol. da inf. e Comun.


ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS T

Este tecnólogo desenvolve, analisa, projeta, implementa e atualiza sistemas de informação. Este profissional tem noções de gerenciamento, mas sua especialidade é a criação de sistemas informatizados: programação de computadores e desenvolvimento de softwares para ampliar a capacidade dos recursos do equipamento. Ele trabalha, também, na implantação e no desenvolvimento de banco de dados. Conhece a estrutura física dos equipamentos e seus periféricos, precisa se manter muito atualizado sobre aplicativos, seus ambientes operacionais e linguagens de programação. Além disso, o tecnólogo precisa ter boa noção dos negócios da companhia para a qual trabalha.
Os cursos nesta área recebem grande variedade de nomes. Porém, eles se dividem em, fundamentalmente, dois tipos: os mais generalistas e os específicos para alguma área de atuação, como banco de dados ou dispositivos móveis. Seja como for, o currículo de todos inclui muitas aulas de Ciências Exatas, como cálculo e linguagens de computação. Em atividades práticas, o estudante faz análise e programação de sistemas e administra redes de computadores. Fazem parte do currículo matérias como aplicações em comércio eletrônico e internet. Algumas escolas exigem estágio de um semestre e um trabalho de conclusão de curso.

Duração média: de 2 a 3 anos.

Outros nomes: Análise de Sist.; Análise de Sist. Informatizados; Análise e Desenv. de Softwares; Banco de Dados; Desenv. de Sist.; Inform.; Inform. para Neg.; Proc. de Dados; Sist. de Inf.


GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO T

O Tecnólogo em Gestão da Tecnologia da Informação tem uma visão geral da área de tecnologia da informação (TI). Ele implementa e gerencia sistemas informatizados nas empresas e cuida para que esses sistemas sejam seguros e amigáveis para o usuário. O profissional também define estratégias de utilização dos recursos de informática para garantir o melhor desempenho de cada um dos setores de uma empresa. Diagnostica disfunções do sistema, soluciona problemas de rede e escolhe os projetos de informática que devem ser adotados na empresa. Pode, também, criar e acompanhar o gerenciamento de bancos de dados. A maioria dos cursos habilita o estudante na criação, implementação e administração de sistemas de informação de dados. Alguns têm foco maior em segurança; outros, na criação de softwares personalizados e soluções específicas para diferentes empresas.

Duração média: 2 anos.

Outros nomes: gestão de Sist. de Inf.; gestão em Sist. de Inf.; Tecnol. da Inf. e Comun.; TI.


REDES DE COMPUTADORES T

O Tecnólogo desta área participa do projeto, da instalação e da manutenção de redes de computadores nas empresas. Ele define o tipo e o número de unidades, sua configuração e os programas que serão usados para o gerenciamento da rede. Também controla a segurança de rede. Pode atuar em empresas que desenvolvem soluções em tecnologia da informação, mas encontra mercado aquecido, também, em qualquer outro setor, tanto em empresas públicas quanto nas privadas. O curso é muito semelhante aos dos demais tecnológicos da área de sistemas da informação, mas pode receber diferentes nomes. Em comum, todos têm disciplinas das Ciências Exatas (física e matemática) e aulas em laboratório de eletrônica, eletrotécnica e computação. A maioria das escolas também oferece disciplinas ligadas a gestão.

Duração média: 3 anos.

Outros nomes: ger. de Redes de Comput.; gestão de Redes de Comput.


SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO T
Este profissional é um especialista na segurança de redes de computadores. O tecnólogo evita que a rede seja invadida por pessoas não autorizadas, protegendo assim as informações dos usuários da empresa e seus clientes. Seu trabalho garante a confiabilidade, a integridade e a disponibilidade dos dados. Trabalha também na segurança de softwares e da própria infraestrutura de informática da companhia. Faz análises de risco, administra sistemas de informações, projeta e gerencia redes de computadores. Pode fazer auditorias e recuperar informações. O curso traz boa carga de disciplinas de administração, marketing e legislação, além de matemática. As disciplinas específicas incluem criptografa, segurança na internet e recuperação de dados. A maioria das escolas exige estágio supervisionado.

Duração média: 2 anos.


SISTEMAS PARA INTERNET T

Este profissional faz projetos e administra redes de computadores, instala e configura equipamentos e softwares, monta microcomputadores, configura servidores web e constrói bancos de dados para a internet. Monta sites também para redes internas das empresas (intranet), trabalha na implantação de sistemas de comércio eletrônico, definindo estratégias de negócios virtuais. A frente de trabalho mais dinâmica para este profissional está no desenvolvimento de aplicativos para smartphones e tablets (internet móvel). Matemática, empreendedorismo, criação de páginas para web e linguagens de programação são algumas das disciplinas que integram a grade curricular. Algumas graduações se voltam para a parte gráfica da construção de sites (webdesign), enquanto outras reforçam aspectos técnicos da construção e montagem de páginas. Na Faculdade de São Paulo, o curso tem ênfase em comércio eletrônico (e-commerce).

Duração média: 2 anos.

Outros nomes: Comun. para Web; Desenv. de sist. para internet; Desenv. para Web (inform.); Web e Comércio eletrôn.

O que você pode fazer

Desenvolvimento de softwares

Projetar e desenvolver sistemas, bem como tratar da funcionalidade de sites.

Ensino

Lecionar em escolas de ensinos fundamental, médio e técnico ou em faculdades.

Fluxo de informação

Modernizar e agilizar o processo de comunicação de uma empresa, criando, adaptando e instalando programas.

Gerência de projetos

Fazer a interligação entre a administração da empresa e a área de computação.

Logística

Criar softwares para planejar e administrar rotas, sistemas de armazenagem e o tempo de entrega de produtos.

Marketing e vendas

Gerenciar a comercialização de equipamentos, periféricos e softwares.

Modelagem

Construir modelos matemáticos que simulem situações reais, a fim de antever e prevenir problemas.

Suporte técnico

Fazer a manutenção de sistemas, de banco de dados e de redes de computadores.

Compartilhe