Guia do Estudante

CIÊNCIAS SOCIAIS

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

É o estudo das origens, do desenvolvimento e da organização das sociedades e culturas atuais. O cientista social estuda os fenômenos, as estruturas e as relações que caracterizam as organizações sociais, culturais, econômicas e políticas. Esse bacharel analisa os movimentos e os conflitos sociais, a construção das identidades e a formação das opiniões. Pesquisa costumes e hábitos e investiga as relações entre indivíduos, famílias, grupos e instituições. Desenvolve e utiliza um conjunto variado de técnicas e métodos de pesquisa para o estudo das coletividades humanas e interpreta os problemas da sociedade, da política e da cultura.

Fique de Olho

ÊNFASES DIVERSAS

Fique atento ao escolher um curso. Algumas instituições oferecem graduação específica numa das habilitações de Ciências Sociais – Sociologia, Ciência Política ou Antropologia. Outras escolas oferecem ênfases em áreas próprias, como pesquisa social aplicada (Universidade Candido Mendes, no Rio de Janeiro), América Latina (Unila, no Paraná); políticas públicas (UFG) e arqueologia (UFMG). Dieese e ESPM, ambas em São Paulo, oferecem cursos mais específicos.

Mercado de Trabalho

O mercado tem aberto oportunidades para o cientista social, seja ele bacharel ou licenciado. A área que mais emprega os formados é ainda a de ensino em escolas e faculdades. Os licenciados encontram espaço em instituições de ensino de todo o país. Concursos públicos oferecem bom número de vagas. Entre as áreas de atuação estão o segmento de políticas públicas, em que o profissional elabora medidas que podem ser aplicadas pelos governantes, além da área de planejamento urbano. Outros mercados tradicionais são os institutos de pesquisa, que buscam profissionais para analisar dados sobre a sociedade brasileira, e a área de audiovisual. Desde que foi promulgada em 2011 a chamada Lei da TV Paga, que obriga as emissoras por assinatura a exibir conteúdo nacional em sua programação, a produção de documentários e séries sobre a realidade brasileira cresceu. Cientistas sociais são chamados para colaborar na pesquisa e na produção de roteiros.

As melhores escolas

5 estrelas

DF Brasília UnB Ciên. Polít.; Ciên. Soc. (antrop.); Ciên. Soc. (sociol.); Ciências Sociais ④. MG Belo Horizonte UFMG Antrop. (antrop. soc.); Antrop. (arqueologia); Ciências Sociais ④. Juiz de Fora UFJF. PA Belém UFPA ③. PR Curitiba UFPR. RJ Rio de Janeiro UFRJ ②. RS Porto Alegre UFRGS ④. SC Florianópolis UFSC Antrop.; Ciências Sociais ④. SP Araraquara Unesp ④. Campinas Unicamp ②. Marília Unesp ③. São Carlos UFSCar ④. São Paulo PUC-SP ④ n/i, USP.

4 estrelas

AL Maceió Ufal ③. CE Fortaleza Uece ③, UFC ③. DF Brasília UDF Ciên. Polít. $$. GO Catalão UFG. Goiânia UFG Ciên. Soc. (polít. públ.); Ciências Sociais ⑤. MG Belo Horizonte PUC Minas ② $$$. Viçosa UFV. MS Campo Grande UFMS ④. PB Campina Grande UFCG ③. João Pessoa UFPB ④. Rio Tinto UFPB Antrop. PE Recife UFPE ②, UFRPE ③. PR Londrina UEL. Maringá UEM. RJ Campos dos Goytacazes Uenf ④. Niterói UFF Antrop.; Ciências Sociais; Sociol. ②. Rio de Janeiro FGV ④ $$$$, PUC-Rio ④ $$$$$, Uerj, Unirio Ciên. Polít. ②. Seropédica UFRRJ. RN Mossoró Uern ④. Natal UFRN. RS Pelotas UFPel Antrop.; Ciências Sociais ④. Porto Alegre PUCRS ④ $$$. Santa Maria UFSM ③. SP Guarulhos Unifesp. São Paulo FESPSP Sociol. e Polít. ④ n/i.

3 estrelas

AC Rio Branco Ufac ③. AM Manaus Ufam ④. BA Cachoeira UFRB. Juazeiro Univasf-BA. Salvador UFBA Ciên. Soc. (antrop.); Ciên. Soc. (ciên. polít.); Ciên. Soc. (sociol.). CE Crato Urca. Sobral UVA-CE. ES Vitória Ufes ④. MA São Luís Uema, UFMA ④. MG Alfenas Unifal-MG. Uberlândia UFU. MT Cuiabá UFMT. PA Belém Unama (B/L) n/i. PI Teresina UFPI Ciên. Polít.; Ciências Sociais ⑤. PR Curitiba Centro Universitário Internacional Uninter Ciên. Polít. $$. RJ Campos dos Goytacazes UFF. RS São Borja Unipampa Ciên. Soc. (ciên. polít.). SE São Cristóvão UFS ③. SP Campinas PUC-Campinas ② $$$$. Santo André FSA-SP (B/L) ② $$. ___________________________________________________________ *CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ **MENSALIDADE | ($) até R$ 400,00 ($$) de R$ 400,01 a R$ 700,00 ($$$) de R$ 700,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Curso

Este curso exige grande carga de leitura e acompanhamento das questões sociais, culturais e políticas. O eixo principal do currículo é dividido em três grandes áreas: sociologia, antropologia e ciência política. As disciplinas obrigatórias incluem história, geografia, economia, psicologia, flosofia e metodologia científica. As aulas práticas incluem pesquisa de campo e coleta, análise e interpretação de dados empíricos. Quem opta pela licenciatura precisar cursar didática geral e psicologia da educação, e fazer estágio supervisionado. Algumas escolas oferecem programas de iniciação científica e exigem a elaboração de uma monografia no fim do curso.

Duração média: 4 anos.

Outros nomes: Antrop.; Antrop. (antrop. soc.); Antrop. (arqueologia); Antrop. (diversidade cult. latino-americana); Ciên. do Trab.; Ciên. Polít.; Ciên. Polít. e Sociol. (sociedade, estado e polít. na América Latina); Sociol.; Sociol.; Sociol. e Polít.

O que você pode fazer

Antropologia

Estudar as diferentes culturas do homem.

Ciência política

Analisar os sistemas e as instituições políticas, o comportamento político e as políticas públicas.

Sociologia

Investigar as estruturas e a dinâmica das sociedades atuais, analisando os processos históricos de transformação das organizações sociais.

Ensino

Dar aulas nos ensinos fundamental e médio.

Pesquisa de opinião

Coletar e analisar dados sobre diferentes acontecimentos ou ocasiões para identificar o comportamento e a reação de grupos sociais em relação a eles.

Compartilhe