Guia do Estudante

ECONOMIA DOMÉSTICA

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

É a utilização de técnicas e conhecimentos para melhorar a qualidade de vida de indivíduos e de comunidades. O economista doméstico planeja, implanta e supervisiona programas de desenvolvimento social nas áreas de alimentação, direitos do consumidor, economia familiar, habitação, saúde e vestuário. Avalia produtos lançados no mercado e cria programas de esclarecimento ao consumidor quanto a seu emprego no lar. Em indústrias, gerencia restaurantes coletivos e organiza espaços de convivência para os funcionários. O licenciado dá aulas de temas de interesse da vida familiar, de comunidades e do consumidor e que abordam conteúdos relacionados a higiene, economia e nutrição. Atua em comunidades e em escolas de ensino Fundamental, Médio e Técnico.

Mercado de Trabalho

“Quanto maior for o investimento do governo e do terceiro setor na área social, maiores serão as oportunidades para o profissional”, diz Sande Maria Gurgel D'Ávila, coordenadora do curso na UFC e presidente da Associação Brasileira de Economistas Domésticos (Abed). Nas grandes cidades, as áreas mais promissoras são as de alimento e nutrição. Mas a maioria das vagas está fora das capitais e na extensão rural, em cooperativas de crédito para pequenos produtores agropecuários. A Empresa de Assistência Técnica em Extensão Rural (Emater) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), são empregadores tradicionais, além de prefeituras e secretarias de educação e de assistência social e abrigos para adolescentes ou idosos.

Salário inicial: R$ 1.900,00 a R$ 2.500,00 (fonte: profa. Sande Maria Gurgel D'Ávila, da UFC);

As melhores escolas

5 estrelas

CE Fortaleza UFC, MG Viçosa UFV, PE Recife UFRPE;

4 estrelas

RJ Seropédica UFRRJ;

Curso

O currículo mescla disciplinas das áreas biológicas, exatas e humanas. A partir do segundo ano, o aluno tem matérias específicas, como estudo da família e nutrição básica. O estágio é obrigatório. A UFRRJ oferece também a licenciatura, além do bacharelado.

Duração média: quatro anos.



O que você pode fazer

Alimentos

Promover o desenvolvimento de produtos alimentícios e a elaboração de cardápios, definindo métodos de manipulação, armazenamento e conservação e conferindo critérios nutritivos e de higiene, tempo de validade e peso.

Atendimento infantil

Promover em creches e escolas programas voltados para o desenvolvimento da criança.

Controle de qualidade

Nas indústrias, avaliar produtos.

Desenvolvimento rural e urbano

Esclarecer famílias e comunidades sobre questões referentes a alimentação, habitação, higiene, vestuário e saúde.

Educação do consumidor

Orientar o público na compra de bens e serviços, segundo as necessidades do consumidor.

Ensino

Lecionar nos ensinos fundamental, médio e técnico.

Habitação e planejamento de interiores

Desenvolver projetos de moradia.

Indústria e comércio

Orientar funcionários sobre questões como melhor uso do salário, ensino formal e higiene.

Vestuário

Implantar e acompanhar os processos de corte, modelagem e lavagem de roupas, zelando pelo melhor aproveitamento e pela conservação dos tecidos.

Compartilhe