logo-ge

Comércio Exterior

O profissional de Comércio Exterior domina as técnicas e os métodos de compra e venda de produtos e serviços entre empresas e governos de diferentes países

O profissional de Comércio Exterior domina as técnicas e os métodos de compra e venda de produtos e serviços entre empresas e governos de diferentes países. Ele acompanha os acontecimentos internacionais, tanto econômicos quanto políticos, e eventuais conflitos, para caracterizar mercados consumidores ou empresas fornecedoras. Analisa as tendências dos mercados nacional e internacional, identifica as necessidades de seus clientes e fornecedores, identifica oportunidades de compra ou venda, elabora estratégias de negócio e marketing e define a logística, como frete e estocagem dos produtos importados ou exportados. Seu campo de trabalho inclui empresas importadoras ou de logística, companhias privadas dos mais diversos setores, que fazem importação e exportação, instituições financeiras, agências governamentais de desenvolvimento econômico, operadoras de câmbio e de seguro. Como o profissional lida com contratos e negociações internacionais, é imprescindível falar outros idiomas, principalmente inglês e espanhol. É possível ingressar na carreira com um curso tecnológico.

O que você pode fazer

Agenciamento de carga Contratar frete e seguro internacional e acompanhar embarque e desembarque de mercadorias.

Análise Servir de intermediário para o fechamento de contratos de compra e venda com empresas estrangeiras, de acordo com a legislação vigente.

Consultoria Assessorar empresas de médio e pequeno portes que desejem iniciar negociações internacionais.

Cotação Fazer cotação de moedas internacionais e de produtos.

Gestão Estudar e determinar o mercado com o qual se deseja operar e elaborar os objetivos e as metas da exportação.

Logística Determinar a forma de transporte dos produtos analisando o custo e o tempo de entrega.

Marketing internacional Fazer a análise de mercado e adaptar as mercadorias para a cultura local onde o produto será comercializado.

Mercado de Trabalho

Mesmo com a crise econômica e a alta do dólar, as empresas continuam importando produtos manufaturados de outros países, principalmente da China. Isso faz com que a procura pelos profissionais de Comércio Exterior se mantenha estável. O bacharel recém-formado costuma iniciar a carreira na área comercial, negociando preço, prazo e forma de pagamento e entrega. Ele é procurado para dar a uma organização condições de competir com outros vendedores, negociando melhor com os compradores estrangeiros. Ou para comprar no exterior insumos e produtos acabados sob condições mais vantajosas. Já o tecnólogo é requisitado para atuar na área operacional, como no despacho aduaneiro. As áreas de logística, legislação aduaneira, prática cambial, importação, marketing e negociação internacional são as que mais demandam profissionais. “Uma série de acordos comerciais entre o Brasil e outros países estão para ser estabelecidos nos próximos anos. E isso favorecerá a exportação de nossos produtos manufaturados, aquecendo o mercado”, explica José Manuel Meireles, coordenador do curso de Comércio Internacional da Universidade Anhembi Morumbi. Além de atuar em empresas privadas, é possível trabalhar, também, em agências e organismos internacionais e oferecer assessoria e consultoria a empresas de pequeno e médio porte. A maioria dos empregos encontra-se nos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Curso

Os cursos de bacharelado mesclam matérias da área de Exatas com as mais específicas da área de Comércio Exterior. Estudam-se matemática financeira, administração, economia, contabilidade e estatística. O currículo ainda é recheado de disciplinas como direito internacional, logística e negociações internacionais. Não ficam de fora sociologia, inglês, espanhol, ética e comunicação empresarial. Algumas escolas exigem a realização de estágio no último ano, assim como a entrega de um trabalho de conclusão de curso.

Duração média: 4 anos.

Outros nomes: Comércio Intern.; Neg. Intern.

 

A formação de tecnólogo tem ganhado espaço no Brasil. O número de cursos nessa modalidade supera em muito o de bacharelados. A grade curricular é mais enxuta, mas tem conteúdos em comum. O curso tem as disciplinas estruturais, como matemática, inglês instrumental, comunicação empresarial e conceitos básicos de comércio exterior. Enfatiza também os temas de economia, marketing, administração, direito internacional e legislação aduaneira.

Duração média: 2 anos.

Outro nome: Gestão de Comércio Ext.

 

Legenda:

Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

★★★★★ - Excelente

★★★★ – Muito bom

★★★ - Bom

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado