Guia do Estudante

JORNALISMO

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

São a procura e a divulgação de informações por meio de veículos de comunicação, como jornais, revistas, rádio, TV e internet. O jornalista é o profissional da notícia. Ele investiga e divulga fatos e informações de interesse público, redige e edita reportagens, entrevistas e artigos, adaptando o tamanho, a abordagem e a linguagem dos textos ao veículo e ao público a que se destinam. Senso crítico, capacidade de expressão, domínio do português e de técnicas de redação são fundamentais no exercício da profissão. Ele precisa dominar, também, os softwares de edição de textos e de imagens. 

 

Fique de Olho

Novos focos para o Jornalismo

O Centro Universitário Belas Artes, em São Paulo, está lançando a graduação em Jornalismo com foco em convergência de mídias, cultura e entretenimento. Também recentes, os cursos do Ibmec-RJ e ESPM (SP, RJ e Sul) têm foco em Negócios. O primeiro tem o objetivo de formar um profissional de comunicação que também tenha conhecimentos sobre estratégias e administração, a fim de gerir a comunicação de uma empresa. O curso da ESPM segue a tradição da instituição e oferece disciplinas relacionadas aos negócios e ao marketing.

Mercado de Trabalho

“Com as rápidas mudanças nos meios de comunicação, fecham-se postos de trabalho na imprensa tradicional, como jornais e revistas, mas abrem-se novas vagas nos meios on-line”, afirma Letícia Barbosa Torres Americano, coordenadora do curso de Jornalismo da UFJF, em Juiz de Fora. Assim, o bacharel agora tem de entender também da linguagem da internet e das redes sociais, como Twitter e Facebook. As oportunidades estão em portais, revistas on-line, blogs e sites de empresas, em geral. No entanto, a professora salienta que o setor que se mostra mais aquecido atualmente para o jornalista é o da comunicação corporativa. “As empresas têm investido em assessoria de comunicação como forma de ganhar competitividade”, explica ela. É possível, também, prestar serviços a diversas empresas, como freelancer (autônomo). Mesmo com a não obrigatoriedade do diploma, as empresas de comunicação são exigentes na hora de contratar e preferem candidatos com formação superior. São Paulo, por concentrar a maioria das editoras, oferece o maior número de vagas. No Rio de Janeiro, o mercado deve ficar aquecido nos próximos anos com a realização da Copa do Mundo, em 2014, e das Olimpíadas, em 2016. As regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste apresentam também boas oportunidades.

Salário inicial: R$ 2.190,18 por 5 horas diárias em jornais ou revistas da capital paulista; R$ 2.455,00 por assessoria de imprensa, na capital (fonte: Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo).

As melhores escolas

5 estrelas

MG Belo Horizonte PUC Minas, RJ Rio de Janeiro PUCRio Comun. Soc. (jornalismo), SC Florianópolis UFSC, SP São Bernardo do Campo Metodista, São Paulo Cásper, USP Comun. Soc. (jornalismo);

4 estrelas

AL Maceió Ufal Comun. Soc. (jornalismo), AM Manaus Ufam, Uninorte-AM, BA Salvador UFBA Comun. Soc. (jornalismo), CE Fortaleza UFC, Unifor-CE Comun. Soc. (jornalismo), DF Brasília UnB Comun. Soc. (jornalismo), Taguatinga UCB-DF Comun. Soc. (jornalismo), ES Vitória Ufes, GO Goiânia PUC Goiás, UFG Comun. Soc. (jornalismo), MG Belo Horizonte UFMG Comun. Soc. (jornalismo), Juiz de Fora UFJF, Viçosa UFV Comun. Soc. (jornalismo), MS Campo Grande UFMS Comun. Soc. (jornalismo), PA Ananindeua Unama Comun. Soc. (jornalismo), PE Recife UFPE, PR Londrina UEL Comun. Soc. (jornalismo), Ponta Grossa UEPG, RJ Niterói UFF Comun. Soc. (jornalismo), Rio de Janeiro Uerj Comun. Soc. (jornalismo), UFRJ Comun. Soc. (jornalismo), RS Caxias do Sul UCS Comun. Soc. (jornalismo), Novo Hamburgo Feevale, Porto Alegre PUCRS Comun. Soc. (jornalismo), UFRGS Comun. Soc. (jornalismo), Santa Cruz do Sul Unisc Comun. Soc. (jornalismo), Santa Maria UFSM Comun. Soc. (jornalismo), SP Bauru Unesp Comun. Soc. (jornalismo), Campinas PUC-Campinas, Piracicaba Unimep, Santos Católica Unisantos, São Paulo Fiam-Faam Comun. Soc. (jornalismo), Mackenzie, PUC-SP, Universidade Anhembi Morumbi, Taubaté Unitau;

3 estrelas

BA Salvador FSBA Comun. Soc. (jornalismo), Vitória da Conquista Uesb Comun. Soc. (jornalismo), DF Brasília Iesb-DF, UniCEUB, ES Vila Velha UVV Comun. Soc. (jornalismo), MG Belo Horizonte Fumec Comun. Soc. (jornalismo), Newton Paiva Comun. Soc. (jornalismo), UNA, UniBH, Frutal Uemg Comun. Soc. (jornalismo), MS Campo Grande UCDB Comun. Soc. (jornalismo), Universidade Anhanguera-Uniderp Comun. Soc. (jornalismo), MT Cuiabá UFMT Comun. Soc. (jornalismo), Unic Comun. Soc. (jornalismo), PA Belém Estácio FAP Comun. Soc. (jornalismo), UFPA Comun. Soc. (jornalismo), PB João Pessoa UFPB, PE Olinda Aeso Comun. Soc. (jornalismo), Recife Unicap Comun. Soc. (jornalismo), Uninassau, PI Teresina UFPI Comun. Soc. (jornalismo), PR Curitiba PUCPR Comun. Soc. (jornalismo), UP Comun. Soc. (jornalismo), UTP Comun. Soc. (jornalismo), RJ Niterói Estácio, Rio de Janeiro Estácio, Facha-RJ Comun. Soc. (jornalismo), UGF, UVA-RJ Comun. Soc. (jornalismo), RN Natal UFRN Comun. Soc. (jornalismo), UnP Comun. Soc. (jornalismo), RR Boa Vista UFRR Comun. Soc. (jornalismo), RS Canoas Ulbra Comun. Soc. (jornalismo), Frederico Westphalen UFSM Comun. Soc. (jornalismo), Lajeado Univates Comun. Soc. (jornalismo), Passo Fundo UPF, Pelotas UCPel Comun. Soc. (jornalismo), Santa Maria Unifra, São Leopoldo Unisinos, SC Chapecó Unochapecó Comun. Soc. (jornalismo), Itajaí Univali, Joinville Bom Jesus/Ielusc Comun. Soc. (jornalismo), Tubarão Unisul, SE Aracaju Unit Comun. Soc. (jornalismo), São Cristóvão UFS, SP Bauru USC Comun. Soc. (jornalismo), Mogi das Cruzes UMC Comun. Soc. (jornalismo), Presidente Prudente Unoeste Comun. Soc. (jornalismo), Ribeirão Preto CBM Comun. Soc. (jornalismo), Unaerp, Santos Unisanta, São Caetano do Sul USCS Comun. Soc. (jornalismo), São José dos Campos Univap, São Paulo Facs. Int. Rio Branco Comun. Soc. (jornalismo), UniSant’Anna-São Paulo Comun. Soc. (jornalismo), USJT, TO Palmas UFT Comun. Soc. (jornalismo);

Curso

As disciplinas básicas incluem língua portuguesa, economia e teoria da comunicação. E entre as matérias específicas constam jornalismo interpretativo e informativo, técnicas de redação e edição de texto e novas tecnologias de comunicação. Há aulas práticas de fotojornalismo, jornalismo impresso e on-line, rádio e TV. Na maioria das escolas, o curso é uma habilitação do bacharelado em Comunicação Social. O estágio é recomendado, mas não obrigatório. Mas é preciso fazer um trabalho de conclusão de curso.

Atenção: a Uneb, em Juazeiro (BA), oferece ênfase em multimeios. Já a Uespi, em Teresina (PI), tem dupla habilitação, em Jornalismo e em Relações Públicas.

Duração média: quatro anos.

Outros nomes: Comun. soc. (jornalismo e multimeios); Comun. soc. (jornalismo e rel. públ.); Comun. soc. (jornalismo).


O que você pode fazer

Comunicação digital multimídia

Criar, montar, implantar e cuidar da manutenção de websites, intranets e extranets. Redigir e editar boletins e revistas eletrônicas. Administrar conteúdos na internet.

Comunicação empresarial

Promover o contato entre determinada organização com a imprensa e outros públicos-alvo, como funcionários, fornecedores, clientes, governo, entidades, a fim de divulgar o nome da empresa, seus valores e produtos.

Edição

Definir o enfoque e o tamanho da reportagem e escrever o texto final em veículos impressos e na internet, selecionar fotos e ilustrações que serão usadas em rádio e TV, combinar imagens e/ou sons numa mesma fita para dar forma final a documentários e noticiários.

Fotojornalismo

Fotografar cenas reais, pessoas e acontecimentos para reportagens em jornais, revistas ou internet.

Reportagem

Coletar informações e redigir textos para divulgação em rádio, televisão, jornais, revistas ou internet.

Compartilhe