logo-ge

Dança

Este graduado monta e dirige espetáculos de dança e musicais para teatro, cinema ou TV e também pode atuar como bailarino, como parte de um corpo de baile

Este graduado monta e dirige espetáculos de dança e musicais para teatro, cinema ou TV e também pode atuar como bailarino, como parte de um corpo de baile. Em qualquer uma dessas atividades, ele emprega os movimentos corporais, executados de maneira rítmica e ao som de música, com a finalidade de narrar uma história ou expressar uma ideia ou emoção. O profissional pode trabalhar, ainda, em coreografa, definindo os passos e os movimentos que os bailarinos devem executar no palco. Instituições penais e de saúde costumam contratar este bacharel para ajudar na recuperação e na reintegração de adolescentes, crianças e pessoas com deficiência física e mental. Para atuar como bailarino profissional, é preciso atestado de capacitação profissional fornecido pelos sindicatos da categoria. Para obter o documento, é necessário passar por uma análise de currículo e uma prova prática. Quem faz licenciatura está habilitado a dar aulas de dança ou de expressão corporal na Educação Básica ou em cursos livres.

O que você pode fazer

Bailado Criar e executar coreografas, individualmente ou em conjunto.

Coreografia Planejar e definir a sequência de movimentos que serão executados pelos bailarinos.

Direção Criar e coordenar apresentações de balé. Escolher e dirigir os dançarinos e definir com os assistentes a cenografia, os figurinos e a iluminação do espetáculo.

Ensino Com licenciatura, dar aulas de dança em escolas de ensinos Fundamental e Médio, além dos cursos livres.

Produção Viabilizar a exibição de espetáculos de dança, conseguindo patrocínios, administrando o orçamento e providenciando os materiais necessários para a sua realização.

Mercado de Trabalho

Uma lei federal sancionada em maio de 2016, que inclui as artes visuais, a dança, a música e o teatro nos currículos dos diversos níveis de Educação Básica, deve aquecer o mercado para esse profissional nos próximos anos. Escolas públicas e privadas têm cinco anos para se adequarem à medida. Atualmente, os licenciados encontram vagas em escolas e academias de dança e cursos livres. Para os bacharéis, a boa notícia é que a maioria dos grandes espetáculos musicais que são hoje montados no Brasil exige a formação universitária do candidato a uma vaga. Tanto o bailarino quanto o coreógrafo têm trabalho em companhias de dança e grupos de balé para TV e cinema. A crise econômica paralisou projetos que envolvem grandes espetáculos e mexeu com o mercado deste graduado, mas a perspectiva é que o setor volte a crescer nos próximos anos. “Temos imensas possibilidades de crescimento e avanços na cultura do país”, diz Daniela Gatti, coordenadora do bacharelado em Dança da Unicamp. As melhores chances estão nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, pela grande concentração de atividades culturais. Fora dos grandes centros, o profissional encontra um mercado restrito, mas com chance de expansão.

Curso

O bacharelado forma profissionais habilitados a participar de espetáculos e a pesquisar novas linguagens na dança, com disciplinas práticas de técnicas de dança, música, voz e acrobacia, e teóricas, como comunicação e expressão, anatomia e psicologia. Já a licenciatura, que é a titulação da maior parte dos cursos, qualifica para o ensino e conta com matérias específicas da área, como fundamentos da ação pedagógica e gestão em ambientes educativos. Na maioria das instituições, ao final do curso, o aluno deve apresentar uma monografa ou produção em dança.
Atenção: a UFRJ oferece o bacharelado em Teoria da Dança, cuja proposta é formar pesquisadores e críticos dessa arte.

Duração média: 4 anos.

Outro nome: Teoria da Dança.

 

A UCS, em Caxias do Sul (RS), oferece desde 2015 um curso tecnológico em Dança. Entre as disciplinas estão anatomia humana, fisiologia do movimento, neuromecânica da dança e semiótica. Os alunos também têm conteúdos específicos relacionados à história e teoria da dança, além de práticas corporais e laboratórios de pesquisa e de criação. O egresso poderá atuar na criação e produção coreográfica, na direção de espetáculos, como assistente de coreografa ou bailarino em grupos e companhias de dança, instituições e centros culturais.

Duração: 2,5 anos.

 

OS MELHORES CURSOS

★★★★★
SP Campinas Unicamp.
★★★★
BA Salvador UFBA. CE Fortaleza UFC. MG Uberlândia UFU. Viçosa UFV. PR Curitiba Unespar (B/L). RJ Rio de Janeiro UFRJ Dança; Teoria da Dança.
★★★
AM Manaus UEA. RJ Rio de Janeiro FAV $$$$. SP São Paulo Universidade Anhembi Morumbi (B/L) $$$$.