logo-ge

Engenharia Cartográfica e de Agrimensura

Este engenheiro trabalha com a captação e a análise de dados geográficos e topográficos para a elaboração de mapas

Este engenheiro trabalha com a captação e a análise de dados geográficos e topográficos para a elaboração de mapas. Com base em pesquisas de campo e cálculos, planeja, orienta e supervisiona o levantamento, a análise e a interpretação de aspectos físicos de uma região para produzir mapas e cartas impressas ou digitais. Ele utiliza dados de diversos sistemas, como sensores a bordo de embarcações, aviões ou satélites, sensoriamento remoto e geoprocessamento. Na área de agrimensura, prepara áreas para obras de infraestrutura hidráulica, sanitária, elétrica ou de transportes. Nesse caso, mede terrenos e pesquisa as características do solo e do relevo da área. Apto a orientar projetos de loteamento e a definir o traçado de cidades e estradas, assim como o desmembramento de imóveis rurais e urbanos, pode prestar consultoria para prefeituras, indústrias e construtoras. Atua também na criação, organização e atualização de arquivos de informações geográficas.

O que você pode fazer

Perícias Avaliar propriedades para fins de penhora, hipoteca e solução de litígios quanto a demarcação territorial.

Batimetria Elaborar mapas de áreas submersas com dados obtidos por meio de sonar.

Cadastro técnico Levantar dados para fins de cobrança de tributos e gestão de serviços públicos, como redes de saneamento básico, de eletrificação e de telefonia.

Construção civil Fazer o levantamento planialtimétrico (mapa com informações do terreno, incluindo variações de altitude) para projetos de estradas, pontes e viadutos.

Estudo do meio ambiente Mensurar territórios e recursos naturais, em ambiente terrestre ou marinho.

Georreferenciamento Mapear as características e a localização de uma área, com o uso de sinais e imagens de satélites.

Levantamento aerofotogramétrico Fazer o reconhecimento topográfico de uma área por meio de fotografas aéreas e imagens de satélites.

Levantamento topográfico e geodésico Dar apoio a levantamentos aerofotogramétricos e projetos de engenharia, fazendo observações em campo.

Obras elétricas Planejar linhas de transmissão de energia e estabelecer o assentamento de turbinas geradoras.

Posicionamento global por satélite (GPS) Determinar as coordenadas de acidentes geográficos que serão usadas em planos diretores urbanos ou para a localização e a identificação de locais ou objetos.

Representação cartográfica Elaborar cartas e mapas nas áreas terrestre, náutica e aeronáutica.

Saneamento Projetar, executar e supervisionar locação de adutoras, aterros, redes e sistemas de água e esgoto.

Sistema de informações geográficas (SIG) Montar bancos de dados sobre áreas urbanas e rurais, processando e selecionando informações coletadas.

Topografia industrial Promover o alinhamento e o nivelamento de máquinas e equipamentos em indústrias e usinas.

Mercado de Trabalho

Desde a criação do Cadastro Nacional de Imóveis Rurais, em 2001, a demanda pelo bacharel vem aumentando. A evolução das tecnologias de georreferenciamento e cartografia cadastral também aquece a procura pelo profissional pelo setor privado e por órgãos governamentais, como o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a Aeronáutica. O graduado se beneficia ainda da exploração de petróleo, analisando terrenos submersos com a ajuda de sonares. Em construtoras, que são grandes empregadoras, ele colhe e analisa dados de terreno, auxiliando o trabalho do engenheiro civil. As prefeituras o contratam para elaborar e atualizar informações cadastrais para a cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Há, ainda, a chance de atuar como docente em cursos técnicos e superiores da área. A oferta de trabalho é generalizada no Brasil.

Curso

Às disciplinas básicas das engenharias, como cálculo e física, somam-se as específicas, como topografia, geodésia, fotogrametria e geoprocessamento. Parte da carga horária é dedicada a atividades em laboratório e à pesquisa de campo. As escolas exigem estágio e trabalho de conclusão de curso. Atenção: algumas instituições oferecem apenas Engenharia de Agrimensura (mais focada no levantamento e medição de terrenos); outras, somente Engenharia Cartográfica (mais direcionada para a elaboração de mapas). Há, ainda, as que oferecem ambas as modalidades de engenharia.

Duração média: 5 anos.

Outros nomes: Eng. de Agrim.; Eng. de Agrim. e Cartográfica.

 

Legenda:

Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

★★★★★ - Excelente

★★★★ – Muito bom

★★★ - Bom

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado