logo-ge

Engenharia de Software

O engenheiro desta área dedica-se ao desenvolvimento de softwares e programas computacionais

O engenheiro desta área dedica-se ao desenvolvimento de softwares e programas computacionais. Ele desenha e testa novos programas, além de fazer sua manutenção e revisão. Cria aplicativos, jogos, plataformas digitais para atividades educacionais, sistemas embarcados e sistemas específicos, como médicos e bancários, de forma a elevar seu desempenho e produtividade. O bacharel também pode trabalhar em empresas públicas ou privadas, na área de inovação em startups e em grandes companhias de tecnologia.

Dúvida do vestibulando

QUAL A DIFERENÇA ENTRE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO, ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO E ENGENHARIA DE SOFTWARE?

O cientista da computação trabalha com a parte mais teórica da computação, envolvendo-se com o desenvolvimento de modelos matemáticos, algoritmos e com a formalização lógica de processos que possam ser aplicados em dispositivos mecânicos e eletrônicos, principalmente aqueles processos que são mediados por computadores. Já o engenheiro de software atua no desenvolvimento de programas, sua manutenção e adequação a diferentes processos produtivos, de forma a garantir maior desempenho e produtividade. A atividade do engenheiro da computação, por sua vez, está voltada principalmente à área de hardware. É sua função projetar e construir computadores e sistemas periféricos.

Fique de Olho

CRESCE O MERCADO DE SOFTWARES

Quase 14 mil companhias atuam no mercado brasileiro de Tecnologia da Informação, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes). Essas empresas dedicam-se ao desenvolvimento, à fabricação, à comercialização e à distribuição de hardwares e softwares (72% do total) e à prestação de serviços de informática (27%). Juntas, movimentaram 60 bilhões de dólares em 2015. As 1.600 empresas filiadas à Abes geram 120 mil empregos diretos.

O que você pode fazer

Desenvolvimento Desenvolver aplicativos para dispositivos móveis, como smartphones e tablets, jogos e softwares.

Gestão Gerenciamento de negócios e projetos de empresas de computação e software.

Mercado de Trabalho

O Brasil é o oitavo país no ranking mundial de desenvolvedores, fabricantes e distribuidores de softwares, movimentando cerca de 27 bilhões de dólares apenas com o mercado interno, sem considerar as exportações (veja mais dados abaixo). Esse cenário mantém o setor aquecido para os engenheiros. O uso massivo de celulares e tablets pela população brasileira também eleva a busca por profissionais aptos a lidar com esses sistemas. Neste caso, o engenheiro de software é contratado para desenvolver jogos e outros aplicativos. O principal mercado para o profissional são os polos de tecnologia da Região Sudeste, além do Porto Digital, em Recife (PE). A demanda internacional por esse engenheiro também é grande. Neste caso, ele precisa ter bom domínio do inglês.

Curso

Aborda os principais fundamentos da computação com foco na construção, no gerenciamento e na manutenção de softwares. No currículo constam conteúdos de engenharia e matemática, além de gestão da produção, conceitos e arquitetura de programas. No início, as disciplinas são introdutórias à engenharia e à programação e incluem matemática, lógica e algoritmos. No meio do curso, o aluno tem contato com todas as etapas da produção de um software. Nos últimos semestres, ele lida com especificações para dispositivos móveis, web e jogos, por exemplo. A realização de estágio e um trabalho de conclusão de curso são obrigatórios.

Duração média: 4 anos.