Guia do Estudante

AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

Executar projetos de máquinas inteligentes, componentes robotizados e sistemas de integração e automação industriais (redes industriais) é função desse tecnólogo. Ele gerencia processos industriais e acompanha o desempenho dos equipamentos de linhas de produção automatizadas. Desenvolve e instala sistemas digitais, softwares e linguagens de programação de máquinas e equipamentos. Faz também sua manutenção. Atua em vários setores industriais, como petroquímico, de bebidas e de papel e celulose. Pode ainda desenvolver produtos de eletrônica, instrumentação, controle, operação e supervisão de processos industriais. O objetivo é sempre otimizar os processos e reduzir os custos industriais.

Mercado de Trabalho

A busca pelas empresas por inovar os processos produtivos com o objetivo de reduzir custos e aumentar a qualidade de seus produtos ou serviços promete manter a tendência de aquecimento do mercado para esse profissional nos próximos anos. "O cenário é positivo, pois as indústrias precisam constantemente rever suas tecnologias para não perder competitividade", afirma Luis Fernando Espinosa Cocian, coordenador do curso de Automação Industrial da Ulbra, em Canoas. "E isso abre oportunidades para o tecnólogo em várias frentes, sobretudo na instalação e na manutenção das máquinas e equipamentos." A indústria metalúrgica domina a procura por profissionais, seguida pelo segmento de máquinas e equipamentos e de automóveis. Também se destaca a indústria química, particularmente os setores petroquímico, alimentício e farmacêutico. A importância do setor agrícola para a economia brasileira mantém aquecida a busca por esse profissional nesse setor. As melhores ofertas estão nas grandes empresas do Sudeste. Há, ainda, boas perspectivas nos parques industriais da região Sul. Norte e Nordeste oferecem vagas principalmente em estaleiros e refinarias.

Salário inicial: R$ 3.000,00 a R$ 4.000,00 (fonte: prof. Luis Fernando Espinosa Cocian, da Ulbra);

As melhores escolas

Curso

É preciso gostar de Ciências Exatas, pois a base do curso combina matemática, física, mecânica, eletroeletrônica e informática. O aluno tem, também, aulas de automação e controle e muita prática de laboratório, onde aprenderá a aumentar a produtividade de máquinas com o emprego de recursos variados (comunicação de dados, controle de processos, robótica e manufatura integrada por computador). Há também inglês técnico (para auxiliar o uso de manuais e pesquisas na internet) e técnicas de comunicação e expressão. Para obter o diploma, algumas escolas exigem estágio supervisionado e um trabalho de conclusão, geralmente submetido à avaliação de uma banca de professores.

Duração média: três anos.

Outros nomes: Autom. e Manufatura Dig.; Mecatr.;


O que você pode fazer

Automação Comercial

Desenvolver sistemas de segurança, de automação e de gerenciamento de dados voltados para o comércio e para bancos.

Automação Industrial

Planejar, supervisionar e instalar sistemas de automação, como sensores, redes industriais e controles de temperatura e pressão. Projetar, instalar e administrar redes de computadores e operar softwares de automação.

Mecatrônica Industrial

Projetar, instalar e operar equipamentos que mesclam mecânica e eletrônica, como braços mecânicos automatizados e robôs inteligentes.

Compartilhe