Guia do Estudante

ENGENHARIA AERONÁUTICA

Bacharelado / Tecnológico

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

É o ramo da engenharia que se ocupa do projeto e da manutenção de aeronaves e do gerenciamento de atividades aeroespaciais. O engenheiro aeronáutico envolve-se no projeto e na construção de todos os tipos de aeronave, como aviões, helicópteros, foguetes e satélites. Esse profissional é fundamental para a segurança de qualquer voo. É ele o responsável pelo processo de manutenção, pela realização de reparos e pelas inspeções periódicas da estrutura e dos equipamentos, como asas, motores e fuselagem. Cuida também dos sensores e instrumentos de controle. Além de fabricar aviões, pode gerenciar obras e serviços ligados à infraestrutura aeronáutica, como a construção de aeroportos, o planejamento de linhas e o gerenciamento de tráfego aéreo.

Mercado de Trabalho

As indústrias constituem o principal mercado de trabalho para este engenheiro, dentre elas a Embraer, líder no mercado mundial de aviação comercial de pequeno e médio porte. Há também oportunidades de trabalho nas empresas fornecedoras da Embraer. Ou no Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), na Força Aérea Brasileira e em empresas de helicópteros, setor em expansão no Brasil.

As melhores escolas

5 estrelas

SP São Carlos USP. São José dos Campos ITA Eng. Aeroespacial; Engenharia Aeronáutica.

3 estrelas

SP São José dos Campos Univap Eng. Aeron. e Espaço. Taubaté Unitau.

Curso

Os dois primeiros anos são de disciplinas básicas das engenharias - física, química, matemática e computação. A partir do terceiro ano, começam as matérias tecnológicas, como eletrônica e dinâmica de sistemas de controle, além das específicas. Em algumas escolas, você pode optar por uma área de especialização, já no terceiro ano. Trabalho de conclusão do curso é obrigatório.

Atenção: o ITA, a Univap, a UnB e a UFMG oferecem curso de Engenharia Aeroespacial.

Duração média: 5 anos.

Outro nome: eng. Aeroespacial.


MANUTENÇÃO DE AERONAVES T

Éste tecnólogo instala, testa e faz a manutenção de mecanismos e componentes de aeronaves. Pode também fazer o planejamento operacional do transporte aéreo, ocupar-se da segurança de voo ou da documentação técnica. Em parceria com engenheiros, projeta aeronaves, seus sistemas e equipamentos. Os principais empregadores são as empresas de manutenção de aeronaves e de transporte aéreo regular. Um importante mercado é o de helicópteros, principalmente em polos de grande tráfego por esse meio de transporte, como a cidade fluminense de Macaé, de onde saem trabalhadores para as plataformas de petróleo na costa do Rio de Janeiro, e em São Paulo, líder mundial na frota de helicópteros. A Região Sudeste concentra as melhores oportunidades. Como todos os cursos de tecnologia, este também é mais prático do que teórico. A grade curricular inclui construção de motores, aerodinâmica e sistema de controle de voo. As atividades práticas podem ser pedidas na forma de estágio. A entrega de um trabalho de conclusão de curso é obrigatória. Ao final, o aluno precisa ser avaliado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para a obtenção de, pelo menos, duas habilitações que o tornem apto para atuar na manutenção de aeronaves.
Atenção: a Fatec SJC, além de Manutenção de Aeronaves, oferece o curso de Projetos de Estruturas Aeronáuticas, que forma o profissional que atua na fabricação de peças e montagem de estruturas.

Duração média: 3 anos.

Outro nome: Proj. de Estrut. Aeron.

O que você pode fazer

Engenharia espacial

Projetar satélites e foguetes, definindo os dados técnicos necessários a sua construção, a seu lançamento e a sua operação.

Manutenção

Coordenar a realização de reparos, manutenção preventiva e inspeções periódicas das estruturas, dos sistemas e equipamentos de aeronaves.

Projeto

Desenhar a estrutura e os componentes de aeronaves, definindo os materiais e os processos empregados na produção e realizando ensaios e testes antes da fabricação em escala industrial.

Sistemas

Projetar, construir, testar e instalar motores, instrumentos de controle e sensores em aeronaves. Definir as especificações dos mecanismos que controlam o trem de pouso, a alimentação de combustível e a pressurização da cabine, entre outros.

Compartilhe