Guia do Estudante

ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

É o ramo da engenharia que desenvolve e executa projetos de automação industrial. O engenheiro de controle e automação projeta e opera equipamentos utilizados nos processos automatizados de indústrias em geral, além de fazer sua manutenção. Ocupa-se do gerenciamento de projetos de automação industrial e comercial. É o responsável pela programação das máquinas e pela adaptação de softwares aos processos industriais. Em empresas que já estão automatizadas, redimensiona, opera e mantém os sistemas e equipamentos já instalados.

Dúvida do Vestibulando

QUAL A DIFERENÇA ENTRE ENGENHARIA MECATRÔNICA E ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO?

As duas partem de três áreas: mecânica, elétrica e computação. A diferença fundamental está na ênfase dada em cada uma dessas áreas. A Engenharia mecatrônica parte de uma base majoritariamente mecânica, a Engenharia de Controle e Automação parte de uma base elétrica, com bastante ênfase em controle e automação.

Mercado de Trabalho

Os setores de petróleo e gás, manufatura, mineração e metalurgia são tradicionais empregadores deste profissional. Duas novas áreas apresentam grande potencial: indústria portuária e a domótica (pesquisa e desenvolvimento de automação de rotinas e tarefas domésticas). O Sul, o Sudeste e a região da Zona Franca de Manaus são os principais centros de emprego.

As melhores escolas

5 estrelas

MG Belo Horizonte UFMG. Itajubá Unifei. Ouro Preto Ufop. RJ Rio De Janeiro UFRJ. SC Florianópolis UFSC. SP Campinas Unicamp. São Carlos USP Eng. Mecatr. São Paulo USP Eng. Mecatr.

4 estrelas

CE Fortaleza Unifor-CE Eng. De Contr. E Autom. (Mecatr.). DF Brasília Unb Eng. Mecatr. MG Belo Horizonte PUC Minas. Ouro Branco UFSJ Eng. Mecatr. Uberlândia UFU Eng. Mecatr.; Engenharia De Controle E Automação. MS Campo Grande UCDB. PR Curitiba PUCPR. RJ Rio De Janeiro PUC-Rio. RS Porto Alegre PUCRS, UFRGS. SP Campinas Unisal Eng. De Autom. E Contr. Lins Unilins. São Caetano Do Sul Mauá. Sorocaba Unesp Eng. De Contr. E Autom. (Mecatr.).

3 estrelas

BA Salvador Unifacs Eng. Mecatr. CE Fortaleza IFCE Eng. Mecatr. ES Serra Ifes. GO Goiânia IFG. MG Araxá Cefet-MG Eng. De Autom. Ind. PA Belém Iesam, IFPA. PR Maringá Unicesumar Eng. De Contr. E Autom. (Mecatr.). RJ Macaé Iffluminense. Nova Iguaçu Cefet-RJ. Petrópolis UCP-RJ Eng. Mecatr. Rio De Janeiro Cefet-RJ. RS Caxias Do Sul UCS. Lajeado Univates. SP Americana Unisal Eng. De Autom. E Contr. Campinas Metrocamp Eng. De Contr. E Autom. (Mecatr.). Jaguariúna FAJ-SP. São José Dos Campos Unip-SP Eng. De Contr. E Autom. (Mecatr.). São Paulo IFSP. Taubaté Unitau.

Curso

Como em todas as engenharias, nos dois primeiros anos há bastante matemática, física, química e informática. A partir do terceiro ano, vêm as disciplinas de computação, mecânica e eletrônica. Em laboratório, o aluno aprende a desenvolver e a operar máquinas eletrônicas. O estágio e o trabalho de conclusão de curso são obrigatórios.

Atenção:
algumas escolas oferecem o curso como habilitação de Engenharia mecânica ou de Engenharia Elétrica (veja nesses verbetes); outras, sob a denominação mecatrônica.

Duração média: 5 anos.

Outros nomes: eng. de Autom.; eng. de Autom. e Contr.; eng. de Autom. ind.; eng. Mecatr.


AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL T

Assim como o engenheiro, este tecnólogo também atua em vários setores industriais, como metalúrgico, de máquinas e equipamentos, automóveis, químico e petroquímico, de bebidas e de papel e celulose, lidando com sensores e controladores de temperatura, pressão ou vazão, por exemplo. Pode trabalhar, ainda, com automação comercial, desenvolvendo sistemas de segurança ou de gerenciamento de dados para redes de lojas e bancos. As melhores ofertas estão nas grandes indústrias do Sudeste. Há, ainda, perspectivas nos parques industriais da Região Sul. As regiões Norte e Nordeste oferecem vagas principalmente em estaleiros e refinarias. A base do curso combina matemática, física, mecânica, eletroeletrônica e informática. O aluno tem, também, muita prática de laboratório, inglês técnico (para auxiliar o uso de manuais e pesquisas na internet) e técnicas de comunicação e expressão. Algumas escolas exigem estágio supervisionado e um trabalho de conclusão, geralmente submetido à avaliação de uma banca de professores. Atenção: os cursos de Tecnologia em Automação Industrial têm a maior parte da grade curricular preenchida por disciplinas relacionadas à elétrica e eletrônica. Já os de Tecnologia em Mecatrônica apresentam, em paralelo a essas duas áreas, disciplinas da área de mecânica. Eles preparam o profissional para projetar, instalar e operar equipamentos que mesclam mecânica e eletrônica, como braços mecânicos automatizados e robôs inteligentes.

Outros nomes: Autom. e Manufatura Dig.; Mecatr.; Mecatr. Ind.

O que você pode fazer

Automação comercial e domótica

Projetar sistemas automatizados de controle de equipamentos em edifícios comerciais e em residências, como elevadores, iluminação, aparelhos de ar condicionado e eletrodomésticos.

Automação industrial

Desenvolver e implantar projetos de automação em indústrias. Manipular robôs industriais.

Bioprocessos

Projetar, construir e operar equipamentos empregados nas indústrias de biotecnologia.

Informática

Projetar sistemas de informação e banco de dados. Programar equipamentos automatizados.

Compartilhe