Guia do Estudante

ENGENHARIA MECÂNICA

Bacharelado / Tecnológico

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

É a área da engenharia que cuida do desenvolvimento, do projeto, da construção e da manutenção de máquinas e equipamentos. O engenheiro mecânico desenvolve, projeta e supervisiona a produção de máquinas, equipamentos, veículos, sistemas de aquecimento e de refrigeração e ferramentas específicas da indústria mecânica. Calcula a quantidade necessária de matéria-prima, providencia moldes das peças que serão fabricadas, cria protótipos e testa os produtos obtidos. Organiza sistemas de armazenagem, supervisiona processos e define normas e procedimentos de segurança para a produção. Controla a qualidade, acompanhando e analisando testes de resistência, calibrando e conferindo medidas. Costuma trabalhar com engenheiros eletricistas, de materiais, de produção e de automação e controle, na montagem e automação de sistemas, na manutenção de aeronaves e na indústria de eletroeletrônicos. 

 

 

Palavra do Profissional

ENGENHARIA AUTOMOTIVA

O curso forma profssionais para trabalhar na indústria ligada à produção automotiva como montadoras, fornecedoras de autopeças, entre outras empresas do setor. Este profssional analisa, testa e desenvolve projetos de veículos, peças e de todos sistemas que compõem um carro, por exemplo, e também pode trabalhar nas linhas de montagem aperfeiçoando e racionalizando processos de produção.

Mercado de Trabalho

As indústrias automobilística e aeronáutica são as mais tradicionais empregadoras do engenheiro mecânico. Mas este profssional é necessário em outros setores, como o de energia. Em usinas geradoras de eletricidade, ele desenvolve e implanta mecanismos de armazenamento e distribuição de energia, com o uso de sistemas nucleares, geotérmicos, solares e eólicos. Na exploração de petróleo, desenvolve máquinas e equipamentos para perfuração de poços e transporte do óleo e do gás. Na área de biociências, o engenheiro mecânico assessora hospitais, clínicas e laboratórios em projetos de biomecânica, ergonomia, reabilitação e mecânica nos esportes. Por fm, existe ainda a possibilidade de atuar como autônomo, na prestação de consultoria para projetos industriais. Há trabalho em todas as regiões do país, com destaque para as regiões Sudeste e Nordeste.

As melhores escolas

5 estrelas

DF Brasília UnB. PA Belém UFPA. RS Porto Alegre UFRGS. SC Florianópolis UFSC. SP Campinas Unicamp. São Carlos USP. São José dos Campos ITA Eng. Mecânica-aeronáutica. São Paulo USP.

4 estrelas

CE Fortaleza UFC. MG Belo Horizonte Cefet-MG, PUC Minas Eng. Mecân. (mecatr.); Engenharia Mecânica, UFMG. Itajubá Unifei Eng. Mecân. Aeron.; Engenharia Mecânica. São João del Rei UFSJ. Uberlândia UFU. MT Rondonópolis UFMT. PB Campina Grande UFCG. João Pessoa UFPB. PE Recife UFPE. PR Curitiba PUCPR, UFPR, UTFPR. Pato Branco UTFPR. Ponta Grossa UTFPR. RJ Rio de Janeiro PUC- Rio, UFRJ. RS Caxias do Sul UCS Eng. Automotiva; Engenharia Mecânica. Passo Fundo UPF. Porto Alegre PUCRS. Rio Grande Furg Eng. Mecân. Empr.; Eng. Mecân. Naval; Engenharia Mecânica. Santa Maria UFSM. São Leopoldo Unisinos. SC Joinville Udesc, Unisociesc. SP Bauru Unesp. Guaratinguetá Unesp. Ilha Solteira Unesp. São Bernardo do Campo Centro Universitário da FEI Eng. Mecân. (automob.); Engenharia Mecânica. São Caetano do Sul Mauá.

3 estrelas

AM Manaus Ceulm/Ulbra, UEA. BA Juazeiro Univasf-BA. Salvador IFBA Eng. Ind. Mecân. UFBA. CE Fortaleza Unifor-CE. ES Vitória Ufes. MG Contagem PUC Minas. Viçosa UFV. MS Campo Grande UCDB. PA Tucuruí UFPA. PR Cornélio procópio UTFPR. Curitiba FAE, UTP. Foz do Iguaçu Unioeste. Maringá UEM. RJ Niterói UFF. Nova Friburgo Uerj Eng. Mecân. (termofuidodinâmica). Petrópolis UCP-RJ. Rio de Janeiro Cefet-RJ, Uerj. RS Bento Gonçalves UCS. Canoas Ulbra Eng. Mecân. Automotiva 3; Engenharia Mecânica. Santa Cruz do Sul Unisc. Santo Ângelo URI. SC Joaçaba Unoesc. SP Araras FHO-Uniararas. Jundiaí Unip-SP Eng. de Prod. Mecân.; Engenharia Mecânica. Santo André FSA-SP Eng. Mecân. (ênf. em mecatr.). Santos Unisanta. São João da Boa Vista Unifae. São Paulo Faap, Mackenzie Eng. Mecân. (mecatr.); Engenharia Mecânica.

Curso

Além das disciplinas básicas das engenharias, o aluno mergulha em diferentes áreas da Física, em aulas de termodinâmica, mecânica dos fuidos, transmissão de calor, resistência de materiais, processos de transformação, vibrações e sistemas mecânicos. Há muita atividade em laboratório, como desenvolvimento de ensaios e de protótipos. Prepare-se para desenvolver sua habilidade em desenho, indispensável para o projeto de máquinas. Estágio supervisionado e trabalho de conclusão de curso são obrigatórios.

Atenção: algumas escolas direcionam a formação para uma área específca, como aeronáutica (ITA e Unifei-MG), naval (Furg-RS), manufatura (Unicamp), mecatrônica (Mackenzie-SP e PUC Minas), controle e automação (Universidade Cruzeiro do Sul-SP e Facthus-MG) e automobilística.

Duração média: 5 anos.

Outros nomes: Eng. Automotiva; Eng. de Manufatura; Eng. de Prod. Mecân.; Eng. Ind. Mecân.


FABRICAÇÃO MECÂNICA T

Este tecnólogo projeta, instala e gerencia a operação e a manutenção de máquinas operatrizes convencionais ou automáticas que integram linhas de produção, além de gerenciar sua operação e manutenção. Pesquisa, desenvolve e implanta softwares para operar equipamentos e, em parceria com engenheiros, escolhe materiais e tecnologias a ser empregados na usinagem. Outra área de atuação encontra-se nas empresas do ramo metal-mecânico, como metalúrgicas e fábricas de autopeças.

Atenção: algumas escolas oferecem formação voltada para determinada área, como projetos, processos de produção, soldagem e mecânica de precisão. A Unisal, em Campinas (SP), e a Fatec Santo André e a Fac. de Tecnol. Senai-SP têm curso voltado para sistemas automotivos. IFRS e Fatec Itaquera oferecem Refrigeração e Climatização. O enfoque varia conforme a instituição, mas a plataforma curricular é a mesma, baseada em muita física. O estágio não é exigido por todas as escolas. Mas para levar o diploma é preciso preparar um trabalho de conclusão de curso.

Duração média: 3 anos.

Outros nomes: Manut. Mecân.; Mecân. (processos de prod.); Mecân. (processos de soldagem); Mecân. (proj.); Mecân. Automob.; Mecân. de Precisão; Proj. Mecân.; Refrigeração e Climatização; Refrigeração, Ventilação e Ar Condicionado; Sist. Automotivos; Soldagem.


MANUTENÇÃO INDUSTRIAL TL

Este tecnólogo dá manutenção a ferramentas, componentes e peças mecânicas, como tornos e caldeiras, às instalações elétricas e equipamentos eletroeletrônicos numa indústria. Pode especializar-se em preservação de circuitos eletrônicos e microprocessadores de controle de sistemas de fabricação, ou em instalações prediais e sistemas eletrônicos de segurança industrial ou residencial.
Em alguns nichos do mercado, como o de manutenção e inspeção de equipamentos, este profssional sofre a concorrência com o engenheiro mecânico. Como os demais cursos da área das engenharias, este também é carregado de física e matemática. Quase metade das aulas é prática, em ofcinas e laboratórios.

Duração média: 3,5 anos.

Outro nome: Eletromecânica.

O IFBA oferece licenciatura em Eletromecânica, que prepara o professor para atuar em ins tituições de ensino profssional e tecnológico.

O que você pode fazer

Máquinas e equipamentos

Projetar e coordenar a fabricação de moldes para ferramentas, máquinas e dispositivos para testes de resistência mecânica.

Pesquisa e desenvolvimento

Fazer protótipos de máquinas e realizar testes de produtos, para determinar modifcações necessárias.

Processos

Pesquisar e desenvolver produtos e gerenciar as diversas etapas de sua fabricação.

Projeto

Planejar e instalar linhas de produção e fazer adaptações nas já existentes.

Vendas técnicas

Acompanhar a comercialização da produção e dar suporte técnico aos clientes.

Compartilhe