Guia do Estudante

ENGENHARIA DE SEGURANÇA NO TRABALHO

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

É o ramo da engenharia responsável por prevenir riscos à saúde e à vida do trabalhador. O engenheiro de segurança do trabalho tem a função de assegurar que o trabalhador não corra risco de acidentes em sua atividade profissional, sejam eles danos físicos, sejam danos psicológicos. Esse profissional administra e fiscaliza a segurança no meio industrial, organiza programas de prevenção de acidentes, elabora planos de prevenção de riscos ambientais, faz inspeções e emite laudos técnicos. Assessora empresas em assuntos relativos à segurança e higiene do trabalho, examinando instalações e os materiais e processos de fabricação utilizados pelo trabalhador. Orienta a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) das companhias e dá instruções aos funcionários sobre o uso de equipamentos de proteção individual. Pode, ainda, ministrar palestras e treinamentos e implementar programas de meio ambiente e ecologia.

Mercado de trabalho

As empresas perceberam que é melhor investir na prevenção de acidentes, já que o afastamento de funcionários influi na produtividade. Além disso, para atuar no comércio mundial, as indústrias precisam ter uma certificação internacional de saúde e segurança (OHSAS 18001). Daí a criação deste curso, que deverá colocar os primeiros profissionais no mercado em 2014. “As perspectivas são promissoras, pois as empresas carecem de especialistas para gerir as condições de saúde e segurança no dia a dia”, diz Davidson Passos Mendes, coordenador do curso de Engenharia de Segurança no Trabalho da Unifei, em Itabira. A construção civil, a indústria pesada e os setores de petróleo, mineração e energia elétrica são os principais empregadores. Como autônomo, o profissional pode prestar consultoria, elaborando laudos ergonômicos e avaliações de riscos físicos. Em todas as regiões do país existe demanda, mas Sul e Sudeste concentram o maior número de vagas.

Salário inicial: R$ 4.068,00 por 6 horas diárias (fonte: Crea-SP);

As melhores escolas

Curso

Muita física, química e matemática. A grade abrange, ainda, filosofa, cidadania, antropologia e psicologia, fundamentais para que o aluno entenda os aspectos culturais e sociais relacionados ao trabalho. As disciplinas específicas incluem ergonomia (estudo da relação entre homem, meio e ferramenta de trabalho), higiene do trabalho (ruído, vibração, temperatura) e toxicologia. Estágio e trabalho de conclusão de curso são obrigatórios.

Duração média: quatro anos.

Outro nome:
eng. de saúde e seg.


O que você pode fazer

Programas de prevenção

Avaliar e preparar diagnósticos de riscos, além de fazer planos para a segurança de empresas privadas e instituições públicas.

Tecnologia

Criar equipamentos e máquinas que respeitem as condições de segurança do trabalhador e diminuam os custos das empresas.

Compartilhe