Guia do Estudante

MINERAÇÃO, PETRÓLEO E GÁS

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

Esse tecnólogo trabalha na exploração, na produção e na comercialização de petróleo, minérios e gás natural. Atua em petroleiros, refinarias, plataformas, mineradoras e no setor de serviços. Pode fazer consultoria jurídica e ambiental ou elaborar e realizar pesquisas de preços de matérias-primas no mercado internacional. Para isso, é fundamental que conheça a legislação internacional que regula as atividades ligadas ao petróleo e a seus derivados e tenha fluência em inglês. Também gerencia situações de emergência e atua no controle de acidentes de trabalho e ambientais.

Mercado de Trabalho

Quando começar a operar, em 2014, o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) deverá criar mais de 212 mil empregos diretos e indiretos para graduados e técnicos com formação relacionada ao petróleo. Além disso, o aumento da produção de petróleo na Bacia de Santos deve gerar mais 6 mil postos de trabalho de todos os níveis. “Embora a Petrobras não faça concursos para tecnólogo, não faltam oportunidades de trabalho nas empresas que prestam serviço para a estatal”, afirma Sabrina Martins Boto, coordenadora do curso da Unip-SP, em Santos. Esse profissional trabalha sobretudo nas áreas comercial, de logística, de supervisão de processos e de análise de produtos. Já as empresas do setor mineral têm perspectiva de investimentos na ordem de centenas de bilhões de dólares em prospecção, extração e, principalmente, transformação, para os próximos 20 anos. As maiores ofertas de trabalho estão nas cidades de Macaé e Campos, no Rio de Janeiro, e de Santos, em São Paulo. No setor de mineração, Goiás, Minas Gerais e Pará são os estados mais promissores, com a exploração de ouro, níquel, cobalto, fósforo, nióbio, entre outros minérios.

Salário inicial: R$ 4.000,00 (fonte: prof. Marcelo da Silva, da Estácio);

As melhores escolas

Curso

Disciplinas básicas das Ciências exatas combinam-se com aulas de geologia, prospecção, fontes alternativas de energia e técnicas de exploração e refino do petróleo integram o currículo. Há, ainda, aulas de disciplinas relacionadas a gestão ambiental e logística. O curso dá uma base também a quem deseja atuar na administração e no planejamento do negócio, com noções sobre empreendedorismo, direito do petróleo, gerência e avaliação de projetos, economia e contabilidade.

Atenção: a maior parte das instituições oferece o curso de Petróleo e Gás. Apenas três instituições (UniBH, Unipampa e UEG) oferecem o curso em Mineração.

Duração média: dois anos e meio.

Outro nome: petr. e Gás;


Compartilhe