Guia do Estudante

PROCESSOS QUÍMICOS

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

Esse tecnólogo trabalha em indústrias químicas em geral, como as de produtos agrícolas, alimentícias, de plásticos, tratamento de couros e fabricação de tintas e vernizes, de cimento e de vidro, entre outras. Na linha de produção, opera equipamentos e fiscaliza processos industriais. Em laboratórios, faz análises de qualidade da matéria-prima e de produtos finais. Controla resíduos da produção, de modo a não prejudicar o meio ambiente com poluentes. Em órgãos públicos, participa da elaboração do plano diretor de municípios, no que diz respeito ao tratamento de águas e serviços de armazenamento e transporte de produtos químicos. É comum o profissional dessa área trabalhar em parceria com engenheiros químicos e sanitaristas.

Mercado de Trabalho

Esse tecnólogo encontra trabalho nos mais variados setores industriais, como petróleo e gás, petroquímico, farmacêutico, cosmético, alimentício, automobilístico, de bebidas, na agroindústria e na de biocombustíveis. “A exploração do petróleo da camada do pré-sal é um campo de desenvolvimento imenso para a área química”, diz Marcos Vinicio Pitombeira Ferreira, professor e coordenador do curso de Processos Químicos do IFCE. O profissional é contratado, ainda, por curtumes, fábricas têxteis e de tintas, principalmente para atuar na otimização de processos e nos laboratórios de controle de qualidade. As especializações ligadas a novas tecnologias, como operação e análise de dados em equipamentos relacionados com a química analítica instrumental, a engenharia ambiental e a engenharia de qualidade em processo estão entre as mais promissoras. O eixo Rio-São Paulo, com seu grande parque industrial, é o que mais contrata. Mas estados do Sul, como Santa Catarina e Paraná, são potenciais empregadores, bem como os polos petroquímicos do Nordeste. No Centro-Oeste, a indústria alcooleira também requisita o profissional.

Salário inicial: R$ 3.390,00 por 6 horas diárias (fonte: Sindicato dos Químicos e Engenheiros Químicos do Estado do Rio de Janeiro);

As melhores escolas

Curso

O curso conta com disciplinas básicas, como cálculo, álgebra linear, estatística e física, e as de formação específica, que são química geral, orgânica, inorgânica e físico-química. Normalmente, desde o primeiro semestre, o estudante tem contato com matérias práticas, como processos industriais e segurança e organização de laboratórios. Algumas universidades exigem que o aluno faça um estágio e apresente um trabalho de conclusão de curso.

Duração média: dois anos e meio.

Outros nomes: processos Amb.; prod. de fármacos;



O que você pode fazer

Indústria de medicamentos

Realizar estudos de toxicologia com a finalidade de fazer o registro de fármacos, em parceria com biomédicos, farmacêuticos e engenheiros químicos e sanitaristas.

Processos agroindustriais

Controlar reações químicas envolvidas na fabricação de fertilizantes, alimentos, cimento, papel, massas plásticas ou explosivos. Também fazer pesquisas e análises em laboratórios de controle de qualidade.

Química ambiental

Controlar o descarte e estudar o aproveitamento de resíduos industriais, elaborando e executando processos de reciclagem ou de neutralização de substâncias poluentes. Desenvolver novas tecnologias para o controle e o aproveitamento dos resíduos. Fazer análises químicas e elaborar estudos e relatórios sobre impactos ambientais.

Compartilhe