Guia do Estudante

PRODUÇÃO DE BEBIDAS

Bacharelado / Tecnológico

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

O profissional com essa formação está habilitado para trabalhar em todas as fases da elaboração dos produtos, do plantio à colheita da matéria-prima, da elaboração da bebida à sua comercialização. Ele atua na produção de uvas especiais e vinhos ou no cultivo e manejo da cana-de-açúcar e na produção da cachaça. Os dois profissionais trabalham diretamente com a matéria-prima, mas também podem especializar-se na produção das bebidas, garantindo sua excelência nos processos de fermentação e destilagem. Outras opções são o gerenciamento do negócio e a comercialização dos produtos.

Mercado de Trabalho

O consumo médio de vinho no Brasil ainda é tímido: são cerca de 2 litros ao ano por pessoa, contra 30litros na Argentina. Ainda assim, esse é um mercado que vem crescendo e abrindo boas oportunidades para tecnólogos e bacharéis. O Brasil tem dois polos de produção de bebidas derivadas da uva, que concentram a maior parte das ofertas de trabalho. O mais tradicional é o da Região Sul, na cidade de Bento Gonçalves (RS), que produz boa parte da bebida consumida no país. O outro é o da Região Nordeste, no Vale do São Francisco, que, por suas características de clima, possibilita várias colheitas de uva no decorrer do ano. "O profissional é requisitado para participar do beneficiamento e da industrialização da bebida, do planejamento, da implantação e do gerenciamento de vinícolas. Envolve-se, ainda, na utilização de máquinas e implementos e na análise da bebida", diz Erbs Cintra de Souza Gomes, coordenador do curso de Tecnologia em Viticultura e Enologia do IF Sertão (PE), em Petrolina. Indústrias de bebidas estabelecidas no país inteiro e vinícolas instaladas no interior de São Paulo também estão de olho nesse profissional, visando a aumentar a produtividade e a qualidade de seus produtos. Nas principais capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, ele é requisitado por importadoras de vinhos, distribuidoras de bebidas, bares, restaurantes e hotéis para atuar em consultoria e vendas. No estado de Minas Gerais, destaca-se a produção de cachaça. Segundo a Associação Brasileira de Bebidas, essa é a bebida mais consumida no Brasil e o terceiro destilado mais vendido no mundo. E a produção é feita por cerca de 30 mil empresas, a maioria de familiares e de pequeno porte. Cresce a necessidade de profissionalização do setor, visando à qualidade do produto final - o que também aumenta as perspectivas de trabalho.

Salário inicial: R$ 2.725,00 (6horas diárias); fonte: Confea.


As melhores escolas

Curso

A Unipampa, em Dom Pedrito (RS), é a única instituição a oferecer um bacharelado. O curso prepara o estudante para atuar em toda a cadeia da vitivinicultura, desde o processo de produção até a comercialização.

Duração média: quatro anos.

Outro nome: Viticultura e Enologia.



Há duas modalidades de curso tecnológico: Viticultura e Enologia e Produção de Cachaça. A proposta dos cursos é garantir uma cobertura de conhecimento que vai desde a escolha de espécies e cultivo da matéria-prima (uva e cana-de- açúcar), até o gerenciamento de negócios do setor. Os alunos também têm aulas de processos de fermentação, capacitação em química e física aplicadas à produção, controle microbiológico e sanitário, controle de qualidade, desenvolvimento de produtos novos, estocagem e transporte.

Duração média: três anos.

Outros nomes: Prod. de Cachaça; Vinicultura e Enologia; Viticultura e Enologia.


Compartilhe