logo-ge

Gestão Ambiental

O bacharel desta área entende da relação entre o homem e o meio ambiente

O bacharel desta área entende da relação entre o homem e o meio ambiente. Sua função principal é garantir o uso racional de recursos naturais, de modo a preservar a biodiversidade. Ele pode trabalhar tanto na cidade quanto no campo, ou em áreas florestais degradadas. Desenvolve e implementa programas de reciclagem e educação ambiental. Analisa o impacto das atividades humanas sobre o solo, a água e o ar e orienta a exploração dos recursos por técnicas menos danosas ao ambiente. Trabalha em consultorias ambientais, propriedades rurais, ONGs, órgãos públicos e institutos de pesquisa. É possível ingressar na carreira como tecnólogo.

Dúvida do vestibulando

QUAL A DIFERENÇA ENTRE ECOLOGIA, ENGENHARIA AMBIENTAL E GESTÃO AMBIENTAL?

Ecologia tem base forte em Biologia, diferentemente de Engenharia Ambiental e de Gestão Ambiental, mais voltadas para cálculo e administração, respectivamente. O ecólogo lida com a inter-relação dos seres vivos e do meio físico. Já o gestor ambiental desenvolve e executa projetos que visam à preservação do meio ambiente. E o engenheiro ambiental cria e aplica tecnologias para preservar a qualidade da água, do ar e do solo.

 

O que você pode fazer

Consultoria Assessorar empresas e órgãos públicos em projetos de preservação do meio ambiente.

Certificação Elaborar certificações direcionadas para empreendimentos agrícolas e industriais seguindo as normas estabelecidas pela Organização Internacional de Normalização (ISO).

Educação ambiental Planejar programas para conscientizar a população e as empresas da importância de preservar o meio ambiente.

Planejamento Elaborar relatórios de impacto ambiental e definir planos para o uso sustentável dos recursos naturais. Implantar, em indústrias, projetos de exploração da natureza usando técnicas não poluentes.

Recuperação Planejar e executar projetos para a recuperação de áreas que já estejam degradadas.

Mercado de Trabalho

Cada vez mais a sociedade cobra das indústrias cuidados na preservação dos recursos naturais, e o Código Florestal aprovado em 2012 impõe regras mais rígidas no uso da terra. Leis obrigando as empresas a cuidar de seus resíduos também estão ficando mais restritivas. Isso oferece oportunidades de trabalho no setor privado, em fazendas, cooperativas e agroindústrias. Mas o setor também tem sido afetado pela crise econômica, já que as empresas diminuem a produção e requisitam menos atividades de consultoria em meio ambiente. A área de Sistemas de Gestão Ambiental é a mais aquecida. Bacharel e tecnólogo encontram espaço em secretarias de Meio Ambiente e Obras. Nesses órgãos públicos, o profissional é chamado a participar da definição, implantação e fiscalização de políticas públicas. No setor industrial, a maior parte das vagas está nos estados do Sul e Sudeste. Mas há oferta também em áreas onde a preservação ambiental chama mais atenção, como a Amazônia, no Norte, e o Cerrado, no Centro-Oeste.

Curso

Há poucos bacharelados no país. O currículo tem boa base em ciências da natureza, com disciplinas como física, química, biologia, meteorologia e geologia, juntamente com as Ciências Humanas. Entre as matérias mais específicas estão geoprocessamento, técnicas de análises de solo, água e ar e legislação ambiental. Algumas escolas exigem a entrega de uma monografa e a realização de estágios.

Duração média: 4 anos.

Outro nome: Gestão e Análise Amb.

 

O curso tecnológico traz matérias teóricas, como ecologia, educação ambiental, saneamento e planejamento urbano, e boa carga de aulas práticas em laboratórios de física, química e biologia. O aluno aprende a analisar problemas ambientais e a desenvolver projetos para recuperar ambientes degradados. Trabalho de conclusão de curso e estágio costumam ser obrigatórios.
Atenção: alguns cursos têm enfoque específico. Na Furg, em Rio Grande (RS), o curso de Toxicologia Ambiental prioriza métodos e técnicas de análise toxicológica de substâncias. A Fatec Jacareí e a Fatec Jahu, ambas no estado de São Paulo, têm foco em recursos hídricos.

Duração média: 2 anos.

Outros nomes: Contr. Amb.; Meio Amb.; Meio Amb. e Rec. Hídricos; Toxicologia Amb.

 

Legenda:

Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

★★★★★ - Excelente

★★★★ – Muito bom

★★★ - Bom

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado