Guia do Estudante

QUIROPRAXIA

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

É a área da saúde que trata e previne doenças dos sistemas nervoso, muscular e esquelético por meio de terapia manual, principalmente manipulação das articulações. O quiropraxista dedica-se à prevenção, ao diagnóstico e ao tratamento das alterações de má posição articular, que interferem na função normal de músculos e nervos. Ele trata, por exemplo, de hérnia de disco, alteração postural e dor nas costas ou de cabeça. Para isso, faz uso de vários métodos terapêuticos, como terapia manual, exercícios físicos, reeducação postural e orientação nutricional. Pode trabalhar em parceria com fisioterapeutas e, caso seja necessário, encaminhar o paciente para tratamento com um ortopedista, reumatologista ou neurologista. Atua em consultórios particulares, clínicas multidisciplinares, clubes esportivos, academias e empresas.

  

 

 

Mercado de Trabalho

Levantamento da Escola Nacional de Saúde Pública, da Fiocruz, no Rio de Janeiro, mostra que 36% dos brasileiros sofrem com algum problema de coluna. Esse é um dos motivos de crescimento do mercado de trabalho para esse profissional. "A cada ano são formados cerca de 100 profissionais quiropraxistas. Quanto mais profissionais no mercado, mais a profissão fica conhecida - o que também aquece a procura por esse profissional", diz Ana Paula Facchinato, coordenadora do curso na Universidade Anhembi Morumbi. Nas empresas, o quiropraxista cuida da prevenção de doenças ocupacionais dos funcionários, como as lesões por esforços repetitivos (LERs), e da recuperação dos acometidos por essas dores. A maioria dos profissionais trabalha nas regiões Sul e Sudeste, assim nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste a demanda é maior.

Salário inicial: R$ 70,00 por consulta (fonte: Associação Brasileira de Quiropraxia).

As melhores escolas

5 estrelas

SP São Paulo Universidade Anhembi Morumbi;

4 estrelas

RS Novo Hamburgo Feevale;

Curso

O currículo aborda principalmente o tratamento das disfunções das articulações humanas por meio de procedimentos manuais chamados ajustes quiropráticos. Para isso, há muito treinamento prático, normalmente feito na clínica da escola. Na parte teórica, os alunos estudam disciplinas como anatomia, fisiologia, fisiopatologia da coluna cervical e biomecânica do movimento. A partir do sexto semestre, começa o estágio supervisionado, que oferece atendimento à comunidade.

Duração média: cinco anos.



O que você pode fazer

Clínica

Atuar na prevenção e no tratamento de distúrbios neuromusculoesqueléticos, com sintomas como cefaleia, dor nas costas, contratura muscular e alteração postural.

Docência e pesquisa

Ministrar aula e orientar projetos de pesquisa.

Compartilhe