Guia do Estudante

Enem

Confira dicas de como escrever uma boa redação no Enem

Hábito de leitura é essencial para candidato interpretar a proposta da prova

Carolina Vellei | 26/06/2012 11h 29

Para ir bem no Enem, é importante dar atenção especial à redação. Ela tem características específicas, que a diferenciam das provas de outros vestibulares. O GUIA DO ESTUDANTE preparou para você uma série de dicas que o ajudarão a melhorar seu desempenho. Para ajudar nessa tarefa, conversamos com a professora de redação Eclícia Pereira, do Cursinho da Poli.

- Saiba tudo sobre o Enem: dicas, simulados e muito mais!

- Galeria de fotos: Veja todos os temas que já cairam na redação do Enem

Temas abordados

Sugerir uma solução para o problema abordado no tema da redação do Enem é a habilidade que mais a diferencia de outros vestibulares. “O intuito é colocar o estudante na condição de cidadão, um momento em que ele possa propor soluções para os problemas do Brasil”, explica a professora.

Por conta desse perfil da prova, os temas escolhidos pela banca giram em torno da realidade da sociedade brasileira (veja todos os temas de redação já abordados). As últimas provas abordaram temas de denuncia às condições sociais do país, ou, por exemplo, propostas para que o estudante refletisse sobre como melhorar a vida das pessoas. A professora Eclícia dá como exemplo o Enem 2011, que teve como tema o limite entre o público e o privado no contexto das redes do século XXI. “Apesar de não ser uma questão só do Brasil, é um realidade vivenciada pelas pessoas daqui”, explica.

“A banca do Enem busca um aluno que tenha visão crítica e que saiba defender seu ponto de vista com bons argumentos”, revela a professora. Por isso, segundo Eclícia, a regra básica é estar bem informado. É preciso estar antenado e acompanhar as notícias que fazem parte do cotidiano do Brasil. “Sem isso o estudante não consegue ter as informações necessárias para usar na hora da redação”, completa.

- Fique por dentro do que rola no mundo e no Brasil com o Blog Atualidades do GE

Formato da redação

O formato escolhido pela banca do Enem é a dissertação-argumentativa. Esse gênero textual possibilita que o estudante construa uma tese inicial e a defenda com argumentos ao longo do texto. “O aluno não pode simplesmente expor informações ou dados. Ele deve se posicionar e deixar claro o seu ponto de vista”, diz.

- Aprenda a fazer a redação do Enem passo a passo

Treino é essencial

Depois de conhecer a estrutura de uma dissertação-argumentativa, é importante colocar seu conhecimento em prática. Para Eclícia, o essencial é fazer uma redação por semana. “Até a prova, o estudante deve pegar o ritmo de produção de texto para aprimorar sua escrita”, explica. Isso será importante para você ver quais são suas dificuldades e corrigi-las a tempo.

Simule as condições do exame: o mesmo gênero de texto e o limite de 30 linhas. O treino será importante para calcular quanto tempo você leva para fazer uma redação na estrutura do Enem. Com a prática, você irá produzir textos cada vez mais rápido, sobrando, assim, mais tempo para se dedicar às questões do exame.

Cuidados para evitar a anulação

Um dos maiores motivadores da anulação de uma redação é a fuga ao tema. Para não correr o risco de levar zero na prova, a dica é prestar atenção nos textos de apoio, divulgados junto com a proposta de redação. “A função desses textos, junto com o tema, é mostrar para o estudante qual é o limite da discussão”, afirma a professora. A partir disso, é possível identificar qual o recorte temático e verificar se o assunto é mais amplo ou mais restrito.

E, para compreender bem os textos de apoio é preciso treinar a leitura. “Candidatos que fogem do tema geralmente tem dificuldades de interpretação”, explica Eclícia. A dica que a professora dá é reforçar o hábito de leitura, principalmente de revistas e jornais, de forma integrada à rotina do estudante.

Você pode tomar alguns cuidados para evitar a anulação de sua redação. Confira abaixo:

Motivos que podem fazer uma redação levar nota zero
Fugir do tema
Não fazer uma dissertação-argumentativa
Não respeitar os valores humanos e a diversidade sociocultural
Não apresentar texto escrito na folha de redação (cuidado para não se esquecer de passar seu texto do rascunho para a folha definitiva!)
Ter até sete linhas, que é considerado como “texto insuficiente”
Apresentar linhas com cópia dos textos de apoio, que serão desconsideradas para efeito de correção e de contagem do mínimo de linhas
Ter desenhos ou outras formas propositais de anulação

LEIA MAIS

- Notícias de vestibular e Enem

Compartilhe