Guia do Estudante

Vestibular

Notas de corte da Unesp não devem sofrer grandes mudanças no vestibular 2013, acredita professor

Para coordenador do cursinho Oficina do Estudante, de Campinas (SP), prova da primeira fase manteve nível de dificuldade das anteriores

Ana Prado | 18/11/2012 21h 18

“O aluno que treinou fazendo as provas anteriores não teve grandes dificuldades este ano.” Foi assim que o professor e coordenador pedagógico do cursinho Oficina do Estudante, Célio Tasinafo, definiu a primeira fase do vestibular da Universidade Estadual Paulista (Unesp). A prova, com 90 questões de múltipla escolha, foi aplicada neste domingo (18).

- Unesp 2013: Confira as provas e o gabarito oficial da primeira fase do vestibular

- Vestibular 2013 da Unesp tem abstenção de 8,7%



Segundo ele, as questões não foram trabalhosas demais, nem apresentaram textos que exigissem muito tempo de leitura e interpretação. “Houve textos maiores na prova de linguagens, mas eles serviam para responder quatro ou cinco questões”, completa.

O professor conta ainda que as questões de sociologia e filosofia envolveram mais interpretação de texto e não cobraram temas específicos dessas matérias. Já as perguntas de ciências exatas e biológicas foram bem contextualizas e abordaram, muitas vezes, aspectos do cotidiano.

“O padrão de dificuldade se manteve em relação aos anos anteriores. Assim, a nota de corte não deve sofrer grandes alterações, mantendo-se mais alta nas carreiras mais concorridas”, acredita.

Vagas e concorrência

Para o vestibular 2013, a Unesp oferece 7.014 vagas. No total, há 165 opções de cursos em 23 cidades. Há também carreiras novas: Ciências Biológicas, em São Vicente; Engenharia Agronômica, em Dracena; Engenharia Ambiental, em São José dos Campos; Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, em Araraquara; Engenharia de Pesca, em Registro; Engenharia de Telecomunicações, em São João da Boa Vista; Engenharia Química, em Araraquara; Meteorologia, em Bauru.

O curso mais concorrido este ano é o de Medicina, em Botucatu, com 185,3 candidatos por vaga. Em segundo lugar vem o curso diurno de direito, em Franca, com 63,6 c/v, e engenharia química em Araraquara, com 57,8 c/v.


LEIA MAIS:
- Notícias de vestibular e Enem

Compartilhe