Guia do Estudante

Vestibular

Principais placas tectônicas e seus movimentos

Placas tectônicas são gigantescos blocos que compõe a camada sólida externa do planeta, sustentando os continentes e os oceanos. Confira aqui as principais placas tectônicas e os movimentos que elas fazem

11/03/2011 19h 00

Infográfico: INFOGRAFE

 

1 - Falhas Transformantes
São as criadas por duas placas que deslizam uma ao lado da outra. O atrito entre elas guarda muita tensão, que pode causar terremotos. Um exemplo dessa falha é a de San Andreas, que corta a costa da Califórnia e o litoral oeste do México.

2 - Placas convergentes 1
Essas são as placas que vão uma de encontro à outra. A placa mais densa mergulha para baixo da menos densa. É o caso do choque entre uma placa oceânica e (mais densa) e outra, continental. Quando essas placas se comprimem, elas acabam dando origem a cadeias montanhosas. Os Andes, por exemplo, nasceram do choque entre duas dessas placas, a oceânica de Nazca e a continental Sul-Americana. As regiões onde esse tipo de choque ocorre são suscetíveis a terremotos.

3 Placas divergentes
Diferente das demais, as placas convergentes são as únicas que se afastam. Pela falha aberta na crosta pode escapar magma, dando origem a ilhas vulcânicas. O oceano Atântico é coryado por uma falha desse tipo, que está afastando a América do Sul da África.


4 Placas convergentes 2
Quando as placas têm a mesma densidade, elas fazem o movimento das placas convergentes 2, ou seja, chocam-se e se comprimem. O Himalaia, por exemplo, é resultado do choque entre as placas Euro-Asiática e Indiana.

Compartilhe