logo-ge

MEC convoca reitores da universidades federais para discutir financiamento

Fontes ligadas ao ministério disseram que o governo quer diminuir sua participação no financiamento

O Ministério da Educação convocou todos os reitores das universidades federais brasileiras para reuniões nesta semana em que discutirão, segundo a pasta, uma proposta para “aumentar a autonomia financeira”. Embora o Ministério não tenha dado detalhes sobre as pautas da reunião, na quarta-feira passada (10) o secretário de Educação Superior mencionou na Conferência Internacional sobre Financiamento Vinculado à Renda que o plano se chamará Future-se. 

Já na quinta-feira (11), durante um pronunciamento sobre a educação básica, foi a vez do ministro Abraham Weintraub mencionar o plano. Ele anunciou que lançaria “um projeto para reformular e libertar as universidades federais, para que elas atinjam o mesmo desempenho dos países de ponta, no mundo”.

Segundo o jornal O Globo, outras fontes do ministério disseram que a ideia é reduzir a participação do MEC no financiamento das universidades e estimular a arrecadação por outras vias como pós-graduações pagas. 

Cobrança na graduação

Depois da repercussão do convite para as reuniões, o ministro da educação comunicou pela sua conta no Twitter que a ideia não é estender as cobranças para os alunos da graduação. Segundo ele, as universidades federais continuarão públicas. O ministro não rebateu, no entanto, as especulações sobre cobrança na pós-graduação que, em outras ocasiões, ele já havia defendido.