Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês
Continua após publicidade

O que é nepotismo? O caso da irmã de Milei, presidente da Argentina

Para fazer a nomeação, presidente teve que revogar lei que impedia prática. Entenda as regras aqui no Brasil e a origem do termo

Por Luccas Diaz
12 dez 2023, 14h50

Em um dos primeiros atos como presidente da Argentina, Javier Milei, eleito com 55,7% dos votos, revogou uma lei definida pelo ex-presidente Mauricio Macri em 2018. O decreto impedia a nomeação de parentes em cargos da administração pública. Milei revogou a lei para nomear sua irmã, Karina Milei, ao posto de secretária-geral do governo. A decisão, anunciada no Diário Oficial da Argentina na segunda-feira (11) após sua posse, foi apontada como nepotismo. Mas afinal, o que é nepotismo?

Por definição, é exatamente o que o ex-presidente da Argentina, Macri, tentou impedir: atribuir a membros da própria família, cargos políticos ou de funções públicas – ou, estendendo um pouco mais, promover vantagens e benefícios a familiares usando dinheiro público.

+ O que é patrimonialismo – e o que ele tem a ver com as joias de Bolsonaro

A título de comparação, o cargo de Karina Milei no Brasil é ocupado por Márcio Costa Macêdo (PT), ministro nomeado pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT). Macêdo não tem nenhum vínculo de parentesco com o presidente da República.

Por aqui, a prática de nepostimo é vedada pela própria Constituição Federal, que impede a nomeação de parentes a cargos públicos por contrariar os princípios da “impessoalidade, moralidade e igualdade”. Mas calma, o seu primo que trabalha na padaria do seu tio não é um exemplo de nepotismo.

Continua após a publicidade

+ 9 casos marcantes de corrupção no mundo

O termo é exclusivo para cargos que envolvam a administração pública. Ao colocar os próprios parentes em funções de governo, o governante em si está tirando a chance de um representante qualquer da população ocupar o cargo. Além, claro, da falta de imparcialidade: um parente é mais propenso a ter uma atitude condescendente do que um estranho.

Origem do termo: os sobrinhos da papa

O termo “nepotismo” pode te lembrar outra expressão que está bem em alta ultimamente: “nepo baby”. O título em inglês diz respeito aos atalhos que ser o filho de uma pessoa influente pode oferecer. Para um filho de um ator de Hollywood, por exemplo, é muito mais fácil conseguir um papel no cinema do que para um anônimo. Este filho, assim, seria considerado um nepo baby.

O “nepo”, de “nepo baby”, vem mesmo do termo “nepotismo” – que por sua vez originou-se de “nepote“, que significa “sobrinho” em latim. Mas por que sobrinho? O termo passou a ser usado a partir do século XV para descrever a contratação de familiares a cargos próximos do papa – frequentemente, sobrinhos. Um dos casos mais famosos é o do papa Alexandre VI (1431-1503) que teria favorecido seu filho César Bórgia durante todo o seu papado.

Busca de Cursos

Continua após a publicidade

Entre no canal do GUIA no WhatsApp e receba conteúdos de estudo, redação e atualidades no seu celular!

Compartilhe essa matéria via:

 Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso GUIA DO ESTUDANTE ENEM e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país.

Publicidade
O que é nepotismo? O caso da irmã de Milei, presidente da Argentina
Atualidades
O que é nepotismo? O caso da irmã de Milei, presidente da Argentina
Para fazer a nomeação, presidente teve que revogar lei que impedia prática. Entenda as regras aqui no Brasil e a origem do termo

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

DIGITAL
DIGITAL

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

A partir de R$ 9,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.