logo-ge

Programa Jovens Embaixadores leva estudantes da rede pública para os EUA

Promovido pela Embaixada dos EUA, o programa está com inscrições abertas até 11/8

Estão abertas as inscrições para o Programa Jovens Embaixadores 2020! A iniciativa, promovida pela Embaixada EUA Brasil, leva anualmente 50 estudantes da rede pública para um intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos. É possível se candidatar à primeira fase do processo até 11 de agosto.

Para participar, é preciso ter entre 15 e 18 anos até 10 de janeiro de 2020, cursar o ensino médio na rede pública, ter excelente desempenho escolar, bom nível de domínio do inglês, nunca ter viajado aos Estados Unidos, ter uma boa relação com sua escola e comunidade e realizar algum trabalho voluntário há pelo menos um ano.

Também serão avaliadas, de acordo com o edital, características pessoais dos candidatos, como capacidade de comunicação, liderança e pró-atividade.

Como participar do Jovens Embaixadores 2019

Os estudantes que se encaixarem nos critérios especificados têm até o dia 11 de agosto para preencher uma ficha de inscrição online, disponível no Facebook do programa ou no próprio site do programa. Depois do preenchimento, receberão uma resposta automática dizendo se correspondem aos pré-requisitos básicos e se foram aprovados para a segunda etapa.

As fases seguintes do processo de seleção envolvem envio de documentos, prova escrita e oral e, no caso dos semifinalistas, uma visita da Embaixada a sua casa. A lista com os nomes dos aprovados será divulgada no dia 31 de outubro. A viagem aos Estados Unidos está programada para janeiro de 2020.

O programa 

Criado em 2002, por iniciativa da Embaixada dos Estados Unidos, o Jovens Embaixadores busca valorizar estudantes que sejam exemplos em suas comunidades. Desde então, mais de 500 jovens já foram beneficiados pelo programa.

Durante a primeira semana do programa, os selecionados visitam Washington DC, capital dos Estados Unidos, a fim de conhecerem seus principais pontos turísticos e organizações dos setores público, privado e do terceiro setor. Depois, são divididos em grupos menores que viajam para estados diferentes. Lá, são hospedados por uma família estadunidense, assistem a aulas e participam de atividades ligadas a responsabilidade social e empreendedorismo.

Acesse o site do Jovens Embaixadores e saiba mais.

Ex-participante do Jovens Embaixadores hoje estuda em Harvard

O portal Estudar Fora já contou a história de Arthur Abrantes – mineiro que sempre estudou em escolas públicas e foi aprovado por Harvard e outras 6 universidades americanas. O jovem, natural de Paracatu, participou do programa Jovens Embaixadores quando estava no segundo ano do Ensino Médio – e a experiência foi divisor de águas na sua vida. “Lá tive certeza que eu queria estudar nos Estados Unidos, e que, sim, era possível”, comenta.

 

Esse texto foi originalmente publicado no portal Estudar Fora, da Fundação Estudar, parceira do Guia do Estudante.