Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Ciência comprova: puxar o saco do professor ajuda nas notas

Por Tânia Vinhas Atualizado em 24 fev 2017, 15h37 - Publicado em 6 mar 2015, 16h55
dumbledore

“A Grifinória está atrás na contagem de pontuação das casas? Harry Potter está respirando, 50 pontos para a Grifinória!”

Se você nunca revirou os olhos (vulgo “¬¬”) para aquele aluno que bajulava o seu professor, bem, talvez você fosse esse tal aluno puxa-saco. E provavelmente você conseguia botas notas, certo? Não adianta negar – até os cientistas afirmam que é isso o que acontece, mesmo que seja sem querer.

Tobias Rausch, autor do estudo e pesquisador da Universidade Otto-Frederico de Bamberg, na Alemanha, sugere que “ter personalidades semelhantes afeta a estimativa de desempenho que os professores fazem dos alunos”. Em outras palavras, se o professor achar que o aluno é parecido com ele, maior a chance dele gostar mais do aluno e das suas habilidades.

“Surpreendentemente, pouco se sabe sobre a formação do julgamento que o professor tem sobre o aluno, assim como o preconceito que vem com os julgamentos”, explica Rausch. “No entanto, o estudo mostra que a impressão que o professor tem não é precisa”.

A pesquisa reuniu 93 professores e 294 alunos da 8ª série. Todos realizaram um teste para estabelecer graus de extroversão, concordância e outros traços de personalidade. Além disso, os alunos precisaram fazer testes de leitura e de matemática.

Continua após a publicidade

A partir daí, os professores precisaram responder: quão bom é esse aluno em comparação à média dos alunos da 8ª série? Esse aluno irá bem na prova?

O estudo descobriu que, quando os professores e alunos compartilhavam o mesmo estilo de personalidade, mais os professores superestimavam o resultado da prova (“ah, esse aí vai bem, certeza!”). Se o aluno era muito diferente do professor, maior a chance de acharem que ele iria mal no teste.

Para o pesquisador, o ideal seria treinar os professores a se preocuparem com o tema, se esforçando para separar personalidade de competência.

Para os  alunos, o ideal seria se aproveitar dessa situação e garantir uns pontinhos a mais… #quemnunca?

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade