Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês
Atualidades no Vestibular Por Blog Acompanhar as notícias - e compreendê-las - é fundamental para quem vai prestar o vestibular. Veja aqui resumos semanais e análises dos acontecimentos mais importantes da semana.

As notícias internacionais mais importantes da semana de 17 de julho

Por Ana Prado Atualizado em 24 fev 2017, 15h06 - Publicado em 22 jul 2016, 18h28

Veja cinco destaques do noticiário internacional para quem vai prestar vestibular:

Prisão de supostos terroristas no Brasil repercute na imprensa internacional

rio

A imprensa internacional repercutiu nesta semana a prisão de dez brasileiros que supostamente estariam envolvidos com terrorismo. Jornais da Europa, dos Estados Unidos e da América Latina deram destaque para a notícia, que também entrou para o ranking de assuntos mais comentados do Google Trends. A publicação norte-americana The New York Times disse que as prisões “aumentam a tensão no Brasil a apenas duas semanas do início dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro”. Na Argentina, o jornal La Nacion publicou manchete com a notícia da operação policial no Brasil, mas destacou que a célula detida não havia tido contato direito com o Estado Islâmico.

Após tentativa de golpe, Turquia suspende Convenção Europeia de Direitos Humanos

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou nesta quarta-feira (20) a decretação de estado de emergência no país, durante três meses. Isso aconteceu cinco dias depois de um fracassado golpe de Estado que deixou cerca de 300 mortos e abriu uma onda de demissões por motivação política nas esferas privada e estatal, além de milhares de detenções.

>> Leia: 5 pontos para entender a tentativa de golpe militar na Turquia

Além disso, a Turquia decidiu suspender temporariamente a Convenção Europeia de Direitos Humanos, que inclui as liberdades fundamentais dos homens e a proibição da pena de morte. O documento europeu é uma referência àquele aprovado pela Organização das Nações Unidas em 1948 sobre os direitos humanos. A suspensão temporária pode ser solicitada com base no Artigo 15 da Convenção, que afirma que “em caso de guerra ou outro perigo público que ameace a vida da nação”, um país signatário da medida “pode revogar suas obrigações”.

Continua após a publicidade

Partido Republicano oficializa candidatura de Trump à Presidência dos EUA

trump

Com propostas polêmicas, a candidatura do empresário Donald Trump à Presidência dos Estados Unidos foi oficializada na noite de terça-feira (19) pelo Partido Republicano. Ele atingiu o número mínimo necessário de delegados para sua indicação como candidato republicano no segundo dia da convenção do partido, em Cleveland. O anúncio de que ele tinha conseguido esse apoio foi feito pelo filho mais velho, Donald Jr., delegado por Nova York. A eleição será em novembro.

África do Sul deve testar vacina contra o vírus HIV ainda em 2016

Os testes de uma nova vacina contra o HIV (sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana, causador da Aids) vão começar este ano na África do Sul, depois de ensaios preliminares em 2015 terem mostrado resultados promissores. Cerca de 250 pessoas participaram do teste preliminar em 2015. Agora, a vacina será testada em 5.400 pessoas, em quatro cidades na África do Sul, e continuará por três anos.

Mortes por aids entre adolescentes mais que dobraram desde 2000, alerta Unicef

Desde o ano 2000, mortes relacionadas à aids mais do que duplicaram entre adolescentes em todo o mundo. A estimativa é que, a cada hora, 29 pessoas de 15 a 19 anos sejam infectadas pelo HIV, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Os números, apresentados durante a 21ª Conferência Internacional sobre Aids, revelam que a doença segue como a segunda causa de morte entre jovens na faixa etária de 10 a 19 anos – e causa número um na África. De acordo com o relatório, meninas são mais vulneráveis à epidemia de Aids, representando cerca de 65% das novas infecções em adolescentes no mundo. Na África Subsaariana, região onde estão aproximadamente 70% das pessoas que vivem com HIV no planeta, três em cada quatro adolescentes infectados em 2015 eram meninas. O medo de passar pelo exame, segundo o Unicef, faz com que muitos jovens não tenham conhecimento de sua situação – apenas 13% das meninas e 9% dos rapazes foram testados no último ano.

 

Continua após a publicidade
Publicidade