logo-ge

EUA fazem testes de DNA para reunir famílias imigrantes; veja notícias

Confira os destaques do noticiário internacional da semana de 2 de julho para quem vai prestar vestibular. Todas as informações são da Agência Brasil.

EUA fazem testes de DNA para reunir famílias imigrantes

O governo norte-americano está realizando testes de DNA em famílias de imigrantes como parte de sua estratégia de reunificar centenas de pais e filhos que foram separados depois de entrar ilegalmente no país.

Uma sentença judicial obriga a administração de Donald Trump a concluir a reunificação de todas as crianças com suas famílias em julho. Em meados de junho, Trump decretou o fim das separações de famílias na fronteira devido às duras críticas recebidas e optou por que os menores permaneçam detidos com seus pais. Leia mais.

López Obrador é eleito presidente do México com 53% dos votos

Andrés Manuel Lopez Obrador foi eleito presidente do México com 53% do apoio do eleitorado – mais que a soma de votos obtidos pelo segundo e terceiro colocados, representando os dois partidos que há 100 anos governam o país.

Ele prometeu iniciar já a transformação no México, combatendo a corrupção e priorizando os povos indígenas e os mais humildes. Ele afirmou que sua principal meta será acabar com a corrupção e impunidade, instaladas no país e diz que quer ter uma boa relação com os Estados Unidos. Saiba mais.

Na era Trump, imigrantes buscam espaço na política dos Estados Unidos

Pelo menos 100 imigrantes, de primeira e segunda geração, disputarão as chamadas eleições de meio-termo nos Estados Unidos (EUA) em novembro. O levantamento é da organização não governamental (ONG) New Americans Leaders (Nal, a sigla em inglês).

Com as medidas anti-imigração do atual governo, muitos candidatos se posicionaram em favor dos imigrantes, sobretudo dos sem documentos (ou indocumentados). De acordo com um relatório da Nal, esse movimento representa um “despertar” de certas minorias que não estavam politicamente tão ativas. Leia mais.

OMC registra aumento das restrições ao comércio nos países do G20

A Organização Mundial do Comércio (OMC) registrou 39 novas medidas de restrição ao comércio aplicadas por países integrantes do G20 (grupo das 20 maiores economias mundiais), de 16 de outubro de 2017 a 15 de maio deste ano.

As restrições incluem aumento de tarifas, procedimentos de alfândega mais limitativos e impostos e taxas sobre importações. Saiba mais.

Turistas deverão pagar taxa para entrar na União Europeia

 (iStock/iStock)

O Parlamento Europeu aprovou nesta quinta-feira (5), por ampla maioria, um novo sistema de controle para a entrada de turistas na Europa. A partir de 2021, os turistas isentos de visto, como os brasileiros, deverão solicitar uma autorização online para visitar os países europeus, a um custo individual de 7 euros.

O sistema eletrônico vai recolher dados pessoais como o nome, o tipo de documento de viagem, os dados biométricos (uma combinação de quatro impressões digitais e a imagem facial) e data e local de entrada e de saída e possíveis recusas de entrada. Serão também feitas uma série de perguntas básicas relacionadas com os antecedentes criminais e a presença em zonas de conflito. Leia mais.

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s